Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Cidade

Revitalização na Feira Central terá 11,5 mil metros construídos em dois andares

A prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, afirmou que espera lançar licitação até março

29 dezembro 2022 - 11h15Taynara Menezes

Uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de Campo Grande, realizará a revitalização da tradicional Feirona, Feira Central da Capital. Oprojeto prevê uma estrutura de 11.500 metros de área construída, distribuídos em dois andares, com investimento de quase R$ 40 milhões, a previsão é de que a licitação seja lançada até março.

O lançamento da pedra fundamental da obra ocorreu na noite desta quarta-feira (28), com a presença da prefeita de Campo Grande Adriane Lopes e o Governador Reinaldo Azambuja.  O Estado repassará R$ 25 milhões para complementar os recursos federais já alocados (R$ 14 milhões), com contrapartida do Município, totalizando R$ 39 milhões. 

“Com este recurso repassado pelo governado, a equipe da Sisep vai encaminhar toda a documentação necessária para os técnicos da  Caixa Econômica Federal avaliarem e  autorizarem a licitação de toda a obra. Acredito que este é o momento de recomeços, e essa feira traz isso aos comerciantes e traz para nossa cidade um resgate da história da colônia japonesa, que é tão importante para a construção da nossa Capital e de tudo que temos feitos”, anunciou a prefeita Adriane.

Para Azambuja o projeto é a realização de um sonho antigo dos feirantes. "Mais uma obra importante para Campo Grande que vamos contribuir. A Feira Central faz parte da história da cidade. Este projeto lembra o Mercado Central de Barcelona, vai ser uma obra arrojada, com arquitetura bonita. O local vai atrair mais turistas e terá uma espaço mais adequado para quem trabalha. É um empreendimento muito sonhado pelos feirantes", afirmou o governador.]

A prefeita explicou que é necessário o aval da Caixa para iniciar, pois o projeto conta com recursos federais viabilizados para o município por uma emenda da bancada federal.

Obra

Na primeira etapa será implantada a  estrutura elétrica e hidráulica que atenderá as futuras instalações, além de toda a estrutura física . O  térreo, com 5,5 mil m² de área construída, será reservado para as 58  bancas de hortigranjeiros e o espaço de venda dos demais produtos.

No segundo pavimento, com 6 mil metros quadrados, haverá  um  espaço multiuso de 700 m² destinado a eventos como apresentações musicais e artísticas. O espaço  terá arquibancada retrátil e uma praça na entrada em referência ao Japão e  anfiteatro ao ar livre.

No pavimento superior também haverá  um setor de alimentação, com 2,8 mil m²  divididos em 30 restaurantes centrais, com capacidade para 920 lugares. Haverá uma  praça de alimentação dividida em 10 setores. Todo o complexo terá um estacionamento para 500 veículos.

A Feira Central, que é Patrimônio Cultural e Imaterial do Município, é gerida pela Associação da Feira Central, Cultural e Turística de Campo Grande, sob o comando de Alvira Appel.
 

 

Patrimônio

“A “feirona”, como é conhecida, existe há mais de 90 anos. Já funcionou no local onde hoje é o Mercado Municipal, passou em seguida para a Avenida Calógeras, Rua Antônio Maria Coelho e, em 1966, se estabeleceu na Rua Abrão Júlio Rahe até ser transferida em 2004, para a esplanada da ferrovia, onde se mantém até hoje.

Há 5 anos, um grupo de estudos com técnicos da Prefeitura, Sebrae, Instituto do Patrimônio Histórico e representantes da Associação da Feira Central, Cultural e Turística de Campo Grande, que administra a estrutura, começou a trabalhar no projeto de modernização. A feira tem 350 alvarás e gera 800 empregos diretos.

A concepção do novo projeto tem dois elementos chave. A cobertura lembrará  uma oca indígena e será feita de madeira. A base da estrutura evoca o navio Kasato Mar, que trouxe os primeiros imigrantes japoneses que chegaram ao Brasil, em 1908.

 

 

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agetran
Cidade
Veja as ruas que estão interditadas na Capital neste fim de semana
Imposto de Renda da Receita Federal
Cidade
Precisa de ajuda? Alunos fazem mutirão gratuito para ajudar no IR neste sábado
Vacinação
Cidade
Campo Grande tem plantão de vacinação neste sábado; veja onde se vacinar
Fumacê em Campo Grande
Cidade
Tarumã e Moreninhas recebem Fumacê nesta sexta-feira
Foto: Águas Guariroba
Cidade
Campo Grande é premiada por destaque em baixo nível em perdas de água
Agente de trânsito orientando sobre vias bloqueadas
Cidade
Fique atento: Interdições no trânsito começam nesta sexta-feira na Capital
Fogo destruiu a parte externa do supermercado
Cidade
JD1TV: Vídeo mostra fogo 'tomando conta' de mercado do São Jorge da Lagoa
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Foto: PMCG
Cidade
Estão abertas as inscrições de barracas para o Arraial de Santo Antônio
Incêndio devastou boa área de mata do terreno
Cidade
JD1TV: Incêndio em terreno assusta moradores na Avenida Afonso Pena

Mais Lidas

Conhecido como 'Fumaça', Ricardo Vera, era muito conhecido no mundo do crime
Polícia
Corpo encontrado com pés e mãos amarradas e amordaçado é identificado
Área externa do Pires ficou completamente destruída
Cidade
JD1TV: Incêndio destrói parte de supermercado no São Jorge da Lagoa
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Geral
Estreia nesta sexta-feira o documentário, 'Omertà, Caso Matheus'
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha