Menu
Menu
Busca quarta, 22 de maio de 2024
Secovi
Comportamento

Homem diz ser primo de Pelé e tenta levar certidão ao Rei no hospital

Flávio Moisés de Lima alega que é suposto primo de segundo grau do maior jogador de futebol da história; Entenda

10 dezembro 2022 - 12h45Brenda Leitte

O educador social Roger, identificado como Flávio Moisés de Lima, passou a última noite em frente ao hospital Albert Einstein, em São Paulo. O homem garantiu ser primo de Pelé e tentava entregar o que seria a certidão de nascimento do Rei do Futebol. Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, está internado desde 29 de novembro no hospital Israelita em cuidados paliativos para o câncer de cólon. 

"Como somos da família de Pelé pela parte Nascimento, viemos aqui para ser solidários pelo fato de ele se encontrar muito doente. E também por ele ser uma pessoa única, que sempre representou o Brasil, mas me sinto até muito triste porque nunca tive a chance de conversar com ele", contou o homem ao UOL.

Flávio alega que é suposto neto de Maria José do Nascimento Moisés de Lima, irmã de João Ramos do Nascimento, o 'Dondinho', pai de Pelé. Ele, portanto, seria primo de segundo grau do maior jogador de futebol de todos os tempos, nascido em Três Corações, Minas Gerais.

O homem trazia nas mãos um quadro da seleção brasileira tricampeã do mundo em 1970 e uma pasta cheia de fotos e documentos relacionados à família e ao Rei. No meio da papelada estava uma cópia da suposta certidão de Pelé.

"Eu tenho a original", disse, orgulhoso. "Nem ele sabe que eu tenho, mas é porque nunca tivemos a chance. Eu queria que ele nos desse essa atenção para entregarmos na mão dele, porque ele nem imagina que eu tenho o registro de nascimento dele. Tem muita coisa que é relíquia, mas gostaria de entregar diretamente para ele", acrescentou.

O parente partiu de Cidade Tirantes, bairro do extremo leste paulistano onde mora, com o objetivo de tentar conversar com o Rei no hospital. Flávio estava acompanhado do filho David, de 12 anos, e do sobrinho Samuel de Lima, de 22. Eles já haviam tentado contato na última segunda (5), sem sucesso após serem barrados na recepção e não terem nenhum retorno. O trio, então, retornou na noite de ontem (6) e dormiu no carro, estacionado na rua em frente ao Einstein.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cantor Milionário
Comportamento
Cantor sertanejo Milionário é internado em hospital em Rio Preto
Rock in Rio
Comportamento
Ingressos da pré-venda para o Rock in Rio 2024 esgotam em duas horas
Imagem Ilustrativa
Comportamento
2º Festival Hamburgueiros do MS será nos dias 30 e 31 de maio e 1 e 2 de junho
Sabor do Bem
Comportamento
JD1TV: Festival de gelato reverte vendas em doação para a AACC/MS
Hugo e Guilherme
Comportamento
JD1TV: Municipalizado Campo-grandense! Hugo e Guilherme falam sobre 'No Pelo 360'
Viola Caipira
Comportamento
1° Festival Pantaneiro da Viola Caipira será em junho na Capital; veja como participar
Dignidade Menstrual
Comportamento
Grupo de estudantes da UFMS faz campanha pela 'Dignidade Menstrual'
Festa Junina
Comportamento
Prepara o vestido e os remendos! Veja as datas das Festa Juninas da Capital
Equipe com destino ao RS
Comportamento
MS envia insumos e equipe especializada para auxiliar no resgate de animais no RS
Dut's Entretenimento lança 'ingresso solidário' em apoio ao RS; veja como comprar
Comportamento
Dut's Entretenimento lança 'ingresso solidário' em apoio ao RS; veja como comprar

Mais Lidas

Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
O motociclista foi carbonizado durante a colisão
Polícia
Pneu estourado teria causado acidente que matou motociclista carbonizado na BR-163
Motociclista morreu ao ser carbonizado durante acidente
Polícia
JD1TV AGORA: Motociclista morre carbonizado em acidente na BR-163, em Campo Grande
Francisco Cezário é alvo de operação do Gaeco em Campo Grande
Polícia
Francisco Cezário é alvo de operação do Gaeco em Campo Grande