Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae/mulher
Cultura

Cinema (d)e Horror traz O Operário, de Brad Anderson

21 março 2012 - 09h37Reprodução

Nesta quarta-feira (21) será exibido, às 18h30, no Centro Cultural José Otávio Guizzo, o filme "O Operário", de Brad Anderson. A exibição faz parte do projeto Cinema (d)e Horror, que desde 2008 promove debates a partir de filmes que tratam a categoria “horror”, buscando uma melhor compreensão do universo artístico contemporâneo, numa leitura que se pretende diferente do habitual. Após a exibição do filme será realizado um debate, com abordagem crítica sobre o filme, relacionando-o a obras literárias que também tratam do “horror”.

Sobre o filme
"O Operário" conta a história de Trevor Reznik, um insone operador de máquinas que luta por seu emprego, saúde física e mental. A trama se passa em um ambiente completamente sombrio, cuja iluminação pesada acaba por combinar com o roteiro alucinante que incita o espectador a juntar todas as peças desse quebra-cabeça para tentar entender o que está acontecendo com Trevor. Um filme único que foge do convencional e surpreende com a brilhante atuação de Christian Bale. Culpa, repressão, insônia e paranóia são os elementos de base neste, que é o quinto filme dirigido por Brad Anderson.

Mediadores
Aqueles que participam do projeto ”Cinema (d)e Horror” enquanto mediadores tiveram de escolher um filme e preparar, além de sua sinopse, uma proposta de leitura pra o debate do sobre o mesmo.

Giovana Paganno, acadêmica do curso de Letras da UFMS, é quem media o debate de hoje. De acordo com sua sinopse, "a discussão proposta nessa sessão do Cinema (d)e Horror remete aos limites da mente humana e como a culpa pode afetar o delicado equilíbrio mental do homem".

O projeto “Cinema d(e) Horror”, é desenvolvido pela acadêmica Carolina Barbosa e pela doutora, professora e coordenadora do Mestrado em Estudos de Linguagens da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Rosana Zanelatto  e tem o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS).

Serviço
Local: Centro Cultural José Octávio Guizzo. Rua 26 de Agosto, 453 - centro.
Classiticação etária: 16 anos
*Será cobrada uma taxa simbólica no valor de R$ 1,00 (hum) real para a manutenção do Cineclube.
Mais informações no site.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Papa Francisco defende união civil entre homossexuais
Cultura
Daniela Albuquerque faz especial sobre o Pantanal e pede fim das queimadas
Cultura
Cantor de Anhanduí emociona e avança à próxima fase do The Voice Brasil
Cultura
Ângelo Arruda lança livro de poesias e CD nos dias 21 e 30 de outubro
Cultura
Em comemoração aos 43 anos de MS, Fundação de Cultura realiza show no Parque das Nações
Cultura
Vídeo: Primeiro show ao vivo com público durante a pandemia
Cultura
Decreto que regulamenta Lei Aldir Blanc em MS é publicado no Diário Oficial
Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo

Mais Lidas

Polícia
Carta de arrependimento é escrita por advogado que matou PM no trânsito
Cidade
Detran-MS promete agilizar atendimento utilizando totens de serviços
Economia
Dólar fecha em queda pelo segundo dia seguido
Justiça
Em sessão "sofrida", MS ganha julgamento do gás boliviano