Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

Cinema (d)e Horror traz O Operário, de Brad Anderson

21 março 2012 - 09h37Reprodução

Nesta quarta-feira (21) será exibido, às 18h30, no Centro Cultural José Otávio Guizzo, o filme "O Operário", de Brad Anderson. A exibição faz parte do projeto Cinema (d)e Horror, que desde 2008 promove debates a partir de filmes que tratam a categoria “horror”, buscando uma melhor compreensão do universo artístico contemporâneo, numa leitura que se pretende diferente do habitual. Após a exibição do filme será realizado um debate, com abordagem crítica sobre o filme, relacionando-o a obras literárias que também tratam do “horror”.

Sobre o filme
"O Operário" conta a história de Trevor Reznik, um insone operador de máquinas que luta por seu emprego, saúde física e mental. A trama se passa em um ambiente completamente sombrio, cuja iluminação pesada acaba por combinar com o roteiro alucinante que incita o espectador a juntar todas as peças desse quebra-cabeça para tentar entender o que está acontecendo com Trevor. Um filme único que foge do convencional e surpreende com a brilhante atuação de Christian Bale. Culpa, repressão, insônia e paranóia são os elementos de base neste, que é o quinto filme dirigido por Brad Anderson.

Mediadores
Aqueles que participam do projeto ”Cinema (d)e Horror” enquanto mediadores tiveram de escolher um filme e preparar, além de sua sinopse, uma proposta de leitura pra o debate do sobre o mesmo.

Giovana Paganno, acadêmica do curso de Letras da UFMS, é quem media o debate de hoje. De acordo com sua sinopse, "a discussão proposta nessa sessão do Cinema (d)e Horror remete aos limites da mente humana e como a culpa pode afetar o delicado equilíbrio mental do homem".

O projeto “Cinema d(e) Horror”, é desenvolvido pela acadêmica Carolina Barbosa e pela doutora, professora e coordenadora do Mestrado em Estudos de Linguagens da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Rosana Zanelatto  e tem o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS).

Serviço
Local: Centro Cultural José Octávio Guizzo. Rua 26 de Agosto, 453 - centro.
Classiticação etária: 16 anos
*Será cobrada uma taxa simbólica no valor de R$ 1,00 (hum) real para a manutenção do Cineclube.
Mais informações no site.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Sesc Morada tem samba, pop, forró e show de Patrícia e Adriana
Cultura
Festa do Milho acontece no próximo sábado em Jateí
Cultura
Filme em homenagem a Nietzsche nesta segunda, no MIS
Cultura
Festa do Queijo atrai milhares para Rochedinho
Cultura
Comunidade Tia Eva inicia comemorações do centenário
Cultura
Cine Café apresenta “O Cavalo de Turim”, na segunda-feira
Cultura
Festa do Queijo movimenta Rochedinho neste sábado
Cultura
Maria Gadú participará de sarau em Campo Grande
Cultura
Capital recebe integrantes da Legião Urbana e Rodrigo Santos, eterno Barão Vermelho
Cultura
Campo-grandense lança livro de fantasia científica mirando mercado global

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja