Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Cultura

Despedidas de 2022: MS perdeu grandes nomes da música e outras personalidades

Delinha, Chico Lacerda e Aleksandro, relembre a história de algumas pessoas que deixaram saudade

30 dezembro 2022 - 13h28Brenda Leitte

Este ano de 2022 não foi fácil para Mato Grosso do Sul, quando o assunto é sobre os artistas regionais. Nomes da música Sul-mato-grossense deixaram saudade aos palcos. O Estado se despediu de grandes personalidades da cultura, política e outros setores. Delinha, Chico Lacerda e Aleksandro são algumas das pessoas que vão deixar saudade. Confira abaixo algumas das personalidades de Mato Grosso do Sul que morreram em 2022:

Delinha

Delanira Pereira Gonçalves, mais conhecida como Delinha, morreu aos 85 anos em Campo Grande, em 16 de junho de 2022. A cantora chegou na Capital quando ainda tinha 8 anos. Veio junto dos pais e se mudou para uma casa de madeira, no bairro Amambaí, mesmo local onde morreu. Entre os títulos, a cantora carregava vários: a de "dama do rasqueado"; "rainha do sertanejo"; e embaixadora da cultura de Mato Grosso do Sul.

Em mais de 60 anos de dedicação a música, Delinha gravou 19 álbuns e 2 DVDs. A discografia conta com 39 discos, entre LP's e CD's. Conforme os dados, esta é a maior discografia registrada no estado.

Aleksandro

O cantor Aleksandro, da dupla com Conrado, morreu em um grave acidente de ônibus, em 7 de maio deste ano, na rodovia Régis Bittencout, na altura de Miracatu, no interior de São Paulo. Outras cinco mortes foram confirmadas, mas não tiveram a identidade divulgada.

Aleksandro mantinha uma fazenda no estado natal e compartilhava nas redes sociais registros no Pantanal e em contato com a natureza e animais. Nascido em Dourados (MS), o artista era amante do Pantanal e compartilhava declarações sobre a maior planície alagável do mundo.

Chico Lacerda

Chico Lacerda, musicista conhecido pela atuação cultural em Mato Grosso do Sul, morreu aos 76 anos em Campo Grande no dia 18 de outubro deste ano. O musicista foi diagnosticado com Demência Vascular e Parkinson. Segundo a família, Chico morreu de em decorrência de demência vascular no hospital da Unimed, em Campo Grande.

Pantaneiro nato, nascido em Corumbá, Chico de Lacerda nasceu em 1946. Duas décadas após, junto do irmão Moacir Lacerda, criaram a Associação dos Compositores Autônomos do Bairro Amambaí (ACABA).

O grupo Acaba se auto define como os "protetores do Pantanal", já que a banda leva em suas composições a fauna, flora, cultura indígena, o folclore pantaneiro e comportamentos típicos da região, sempre evocando a preservação ambiental e a inserção social de quem nela vive.

Outras personalidades

Pedro Spindola

Pedro Spindola

O escritor e jornalista Pedro Spindola faleceu aos 75 anos, em 9 de dezembro deste ano, em Campo Grande. A notícia foi confirmada pelos filhos nas redes sociais. Spindola vinha travando uma batalha há 50 dias contra pneumonia e leucemia.

Além de escritor, jornalista e técnico agrícola , Pedro foi diretor da Secretaria de Cultura de Mato Grosso do Sul e um dos melhores amigos do poeta Manoel de Barros. A amizade de mais de 32 anos resultou na publicação em 2006 do livro “Celebração das Coisas” que faz um “apanhado” sobre a figura do poeta.

Após o falecimento do poeta aos 97 anos em 2014, Pedro ajudou a transformar a residência num espaço de memória e cultura. Recentemente o espaço Casa-Quintal Manoel de Barros ganhou vida, cumprindo o último desejo de Spindola em homenagem a Barros.

Roberto Guilherme, o Sargento Pincel

Roberto Guilherme

Morreu, em 10 de novembro deste ano, no Rio de Janeiro, aos 84 anos, o ator e humorista Roberto Guilherme. Mais conhecido como o Sargento Pincel, dos Trapalhões, Roberto Guilherme atuou em dezenas de filmes e programas. Ele fazia tratamento contra um câncer e estava internado em um hospital do Rio. Ele deixa esposa e dois filhos.

O Sargento Pincel contracenava com o Soldado 49, interpretado por Renato Aragão. A careca, que virou sua marca registrada, surgiu no programa, com o ator tendo os cabelos raspados em uma esquete humorística.

O artista, que foi batizado como Edward Guilherme Nunes da Silva, nasceu em Ladário (MS), em 25 de agosto de 1938. Antes de se mudar para o Rio de Janeiro, aos 8 anos de idade, ele morou em Natal (RN). Aos 11 anos, começou a trabalhar em uma loja que fazia e consertava tamancos. Aos 14, passou a jogar futebol profissionalmente, como ponta-esquerda, no Vasco da Gama.

Francisco Fausto Matto Grosso

Francisco Fausto

Morreu na madrugada do dia 1º de junho, aos 73 anos, o ex-vereador e ex-secretário Francisco Fausto Matto Grosso. A causa da morte não foi divulgada pela família.

Em sua trajetória, Fausto atuou como vereador de Campo Grande entre 1983 e 1988, e foi Secretário de Planejamento e de Ciência e Tecnologia em Mato Grosso do Sul. Nos últimos anos, o político atuou como consultor na área de planejamento e gestão estratégica pública.

Natural de Ponta Grossa (PR), Fausto foi engenheiro civil e professor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Amigos e familiares lamentaram a morte do político, que foi descrito como uma pessoa ‘íntegra, profissional competente, e com muitas contribuições à sociedade!’.

Januário Antunes Maciel

Januário Antunes

Morreu, em 2 de maio deste ano, o Sargento da Polícia Militar Reformado e ex-combatente da 2ª Guerra Mundial, Januário Antunes Maciel. O militar faleceu aos 100 anos em Dourados, a 235 km de Campo Grande, onde morava com a esposa e filhos. As causas da morte do militar não foram divulgadas pela família.

Natural da cidade de Ponta Porã, o ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), nasceu em 1922, e aos 22 anos (1944), integrou como voluntário, o 1º Regimento de Infantaria, conhecido por Regimento Sampaio.

Januário participou de batalhas como as de Monte Castello e La Serra. Após ser atingido por um tiro na perna, ele voltou ao Brasil.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Édipo Ortiz
Cultura
JD1TV: Édipo Ortiz diz que foi escolhido pelo reggae e quer fortalecer gênero na Capital
Cinemark na Capital fica no Shopping Campo Grande
Cultura
'Descontão Cinemark' tem ingressos por R$ 12 até dia 19 de junho
 4º Arraiá Aspra Social
Cultura
4º Arraiá Aspra Social dará prêmio ao vencedor do pau de sebo
Imagem Ilustrativa
Cultura
Filmes Missão Impossível e Barbie chegam nas Moreninhas nesta semana
Banda V12
Cultura
Banda V12 abrirá show de Charlie Brown Jr. em Aquidauana
Brincadeiras para as crianças
Cultura
'10º Deixa Brincar' vai promover tarde de lazer no Parque das Nações Indígenas
Zeca Baleiro e Chico César
Cultura
MS Ao Vivo: edição de junho terá Zeca Baleiro e Chico César em Campo Grande
Passageiro tenta embarcar com cápsulas de cocaína no estômago em Corumbá
Interior
Passageiro tenta embarcar com cápsulas de cocaína no estômago em Corumbá
Paróquia Divino Espírito Santo se prepara para a 24ª Festa do Divino
Cultura
Paróquia Divino Espírito Santo se prepara para a 24ª Festa do Divino
Henrique Medeiros
Cultura
"Nadas em busca dos tudos", livro de poesias é lançado por Henrique de Medeiros

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal