Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Cultura

'Fui preso por vadiagem', diz Ney Matogrosso, que vive bandido no cinema

11 maio 2012 - 10h59Eduardo Knapp/Folhapress

Ney Matogrosso se consagrou primeiro como cantor, especialmente com a banda Secos & Molhados (1971-1974) e a posterior carreira solo. Mas desta vez o músico chega às telas de cinema de São Paulo para interpretar o famoso criminoso brasileiro João Acácio Pereira da Costa, mais conhecido como o Bandido da Luz Vermelha. "Luz nas Trevas - A Volta do Bandido da Luz Vermelha" entra em cartaz nesta sexta-feira (11).

E, de alguma forma, Ney se identifica com o personagem. "Eu fui preso no Rio de Janeiro uma vez por vadiagem, porque eu não tinha dinheiro no meu bolso. A polícia queria era dinheiro e eu não tinha", conta. "Foi horrível, porque eu passei a noite sendo ameaçado pelo delegado de plantão, dizendo que ia me jogar pros presos fazerem de mim o que quisessem", completa o artista.

Ney encarna o protagonista que, em "O Bandido da Luz Vermelha" (1968), ergueu o cinema marginal brasileiro. O diretor Rogério Sganzerla (1946-2004) deixou um roteiro com uma espécie de continuação da história, retomado por sua mulher Helena Ignez, que fez o convite ao ícone da música nacional.

"Na verdade esse tipo de coisa [a construção do papel] a gente vai buscar é dentro da gente. Primeiro o fato de estar dentro de uma prisão, como era de verdade aquilo em que a gente estava. Eu acredito que as energias de quem passou por ali estão ali".

Mas essa não é a primeira vez que o cantor trabalha com cinema. Ele já participou de outras três produções e, depois de "Luz nas Trevas", já atuou em um curta chamado "Gosto de Céu", de Beto Bezan, além de uma participação no último filme de Domingos de Oliveira, ainda em finalização, "Primeiro Dia de um Ano Qualquer".

Assista ao trailer de "Luz nas Trevas".

Via Folha

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS
Cultura
Feira Central “ressuscita” apresentações musicais nesta quinta
Cultura
Júlio Cocielo se tornou réu na Justiça de São Paulo sob acusação de racismo
Cultura
"Posso ver meus filhos novamente" diz Wesley Safadão após resultado negativo do exame da covid-19
Cultura
Toots Hibbert, a lenda do reggae, morre aos 77 anos na Jamaica
Cultura
Lives: Maiara e Maraísa e Marcos e Belutti agitam esta sexta
Cultura
DJ Danilo Bachega comemora 25 anos de carreira com remix de Lulu Santos
Cultura
Jads e Jadson fazem live hoje
Cultura
Autocine deste domingo tem atração para criançada e com “A raposa má”
Cultura
Carnaval de Corumbá entra para o calendário oficial de MS

Mais Lidas

Polícia
"Depois do amém", cinco crentes são atropelados por motorista bêbado
Polícia
Ao defender amigo, jovem é assassinado por cunhado
Saúde
Das 1.179 mortes pelo coronavírus em MS, a capital chega aos 500 óbitos
Polícia
Homem morre na Santa Casa 25 dias após cair de escada