Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

Marcelinho Carioca hoje no Pátio Central

19 junho 2011 - 12h34Divulgação

Marcelinho Carioca, um dos maiores craques da história do Corinthians, visita neste domingo, 19 de junho, o Pátio Central Shopping, em Campo Grande. A partir das 10h30min, o jogador estará a disposição dos torcedores, para fotografias e autógrafos, na loja Poderoso Timão, no primeiro piso.

Marcelinho é o maior colecionador de títulos com a camisa corintiana. Ele tem em seu curriculo dez títulos em oito anos pelo clube: um Mundial da Fifa, dois títulos brasileiros, uma Copa do Brasil, quatro campeonatos paulistas, uma Copa Bandeirantes e um Troféu Ramón de Carranza.

Por sua extrema habilidade e competência em bolas paradas e pelo seu pequeno pé (calçava chuteiras número 36), Marcelinho foi apelidado de Pé de Anjo por torcedores e jornalistas. Tanto pela identificação que tinha pelo clube, quanto pela qualidade técnica que conduziu o time em um de seus períodos mais gloriosos, Marcelinho Carioca figura como um dos maiores ídolos da história do Corinthians.

Marcelinho Carioca ficará no Pátio Central até às 14h30min.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Prefeitura prorroga inscrições para quadrilhas juninas
Cultura
A obra “O Novo Direito Tributário Brasileiro” será lançada na capital
Cultura
Sesc Morada tem samba, pop, forró e show de Patrícia e Adriana
Cultura
Festa do Milho acontece no próximo sábado em Jateí
Cultura
Filme em homenagem a Nietzsche nesta segunda, no MIS
Cultura
Festa do Queijo atrai milhares para Rochedinho
Cultura
Comunidade Tia Eva inicia comemorações do centenário
Cultura
Cine Café apresenta “O Cavalo de Turim”, na segunda-feira
Cultura
Festa do Queijo movimenta Rochedinho neste sábado
Cultura
Maria Gadú participará de sarau em Campo Grande

Mais Lidas

Geral
Bosque dos Ipês terá exposição de animais marinhos de dez metros
Polícia
Homem bêbado pede para descansar e morre no sofá do vizinho
Clima
Temperatura volta a cair nesta quarta-feira, em Mato Grosso do Sul
Polícia
Massacre deixa seis mortos na fronteira