Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Cultura

Michel Teló alcança fama internacional com 'Ai Se Eu Te Pego'

25 dezembro 2011 - 07h51Folhapress

Faça um teste: em um grupo de amigos, diga: "Nossa, nossa...". É grande a chance de ouvir de volta: "Assim você me mata. Ai, se eu te pego. Ai, ai, se eu te pego".

Com letra simples sobre paquera na balada, o cantor sertanejo Michel Teló, 30, chegou ao topo das paradas e espalhou o hit-chiclete "Ai Se Eu Te Pego" pelo mundo.

O clipe oficial já foi visto mais de 85 milhões de vezes no YouTube. Na loja virtual iTunes, é primeiro lugar de vendas em Portugal, Itália, Espanha, Argentina, Chile, Colômbia, Peru e outros cinco países latino-americanos.

No Brasil, só perde para "Someone Like You", da inglesa Adele, mas está bombando nas rádios e caminha para ser a música do verão.

Não é a primeira vez que Teló emplaca um hit que vai embalar os jovens nas praias e no Carnaval -em 2010, "Fugidinha", repleta de duplos sentidos capazes de fazer corar os mais pudicos, também estava por todos os cantos.

Mas como esse paranaense, criado no Mato Grosso do Sul, desenvolveu o toque de Midas para transformar uma música já existente em ouro?

A resposta é simples: Cristiano Ronaldo. Em outubro, o craque do Real Madrid comemorou um gol contra o Málaga dançando a coreografia de "Ai Se Eu Te Pego".

"Fiquei arrepiado por uns três minutos quando vi aquilo", conta Teló. "Naquele momento, percebi que alguma coisa ia mudar."

E mudou: Teló fecha 2011 com 220 shows, turnê agendada na Europa (12 shows em sete países) e uma versão em inglês de "Ai Se Eu Te Pego".

"O desafio é dar continuidade [à carreira] depois dessa explosão", diz. "Quero fazer uma parceria forte para que o sucesso internacional continue."

Teló revela que está negociando com o rapper Pitbull, do hit "You Know You Want Me", mas que sonha em gravar com a cantora Shakira.

NO SEU QUADRADO

Ele não sabe bem a razão do sucesso de "Ai Se Eu Te Pego", mas aposta na simplicidade da letra. "A galera usa toda hora o papo da música, da balada", diz. "É difícil achar uma música tão simples que caia no agrado das pessoas. Ela tem uma magia."

A magia, no caso, foi forjada em 2008, por Sharon Acioly, 41, animadora de praia na Bahia e dona de outro hit grudento, "A Dança do Quadrado". Ela usava as expressões da música em seus shows.

Um dia, Antônio Dyggs, dono de uma banda de forró em Feira de Santana (BA), ouviu e fez uma letra mais "complexa". A música estourou entre os forrozeiros e caiu no colo de Michel Teló em uma festa de São João deste ano.

"Na hora eu liguei para os donos da música e pedi autorização para gravar, pois sabia que tinha potencial para ser hit", lembra Teló.

Acioly não revela o quanto a música já rendeu em direitos autorais, mas o suficiente para ir atrás de seu sonho: ser apresentadora de TV.

NA BALADA

Na quinta-feira, Teló lançou o DVD "Michel na Balada" na Villa Country, maior point sertanejo de São Paulo.

O cantor lembrou uma história que resume sua trajetória: "Há dois anos fiz show no mesmo lugar e tive que dar convites para tentar encher a casa. Agora, todos os ingressos estavam esgotados."

Era o começo de sua carreira solo, após 12 anos no grupo Tradição, de Campo Grande (MS), onde foi criado após a família se mudar de Medianeira, município de 40 mil habitantes no Paraná.

Segundo Teló, sua família era muito simples. Dono de uma padaria, o pai deixava o filho tocar nos fundos para as primeiras plateias.

De fala mansa e sotaque do interior, Teló conta que o sucesso lhe trouxe estabilidade financeira para realizar em breve seu sonho de ser pai.

Casado há três anos, o músico investe em imóveis: comprou um apartamento em São Paulo, tem um condomínio em Passo Fundo (RS), é sócio de uma construtora em Campo Grande, além de dono de uma editora de músicas.

Mas ele não tem medo de o sucesso não durar mais do que um verão?

"Quero aproveitar o momento para fazer um pé-de- meia, porque eu sei que posso não estar por cima no ano que vem", diz. "Mas vou trabalhar muito para que sim."

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Fim de semana: Som da Concha, shows de rock, sertanejo e MPB agitam a Capital
Cultura
O adeus a uma lenda do blues sul-mato-grossense: Zé Pretim é encontrado morto em casa
Geral
Livro com a vida do ‘Seu Thomaz das esfihas’ será lançado hoje
Cultura
Som da Concha recebe General R3 and the Black Family neste sábado
Vídeos
Vídeo: Inês Brasil é ‘expulsa’ de “A Fazenda” e viraliza nas redes sociais
Cultura
Vídeo: Dupla Índio e Half chega ao fim após 15 anos
Cultura
Programa MS Cultura Cidadã encerra inscrições na sexta
Cultura
Inscrições para Prêmio Ipê de Teatro podem ser feitas até outubro
Cultura
Som da Concha será híbrido e pode ter público de até 238 pessoas
Cultura
Exposição fotográfica Momentum é lançada nesta sexta-feira

Mais Lidas

Vídeos
Vídeo: Corna arrasta 'Ruivinha' pelos cabelos após descobrir traição
Geral
Mãe lamenta morte de jovem que bateu em caçamba de entulhos
Geral
Abandonada por amigos em deserto, brasileira morre de fome e sede
Polícia
Idoso de 68 anos toma muito 'azulzinho' e morre em motel