Menu
Busca quinta, 18 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Cultura

MS Canta Brasil apresenta Vinil Moraes e Charlie Brown Jr. na abertura da temporada 2012

03 junho 2012 - 02h44Divulgação

Acontece neste domingo (03) a primeira edição do MS Canta Brasil de 2012, que leva ao palco do Parque das Nações Indígenas a bagagem cultural sul-mato-grossense de Vinil Moraes e a energia e pegada do rock da banda paulista Charlie Brown Jr.

O projeto MS Canta Brasil, que tem mobilizado público maciço desde 2007 e prestigia a Música Popular Brasileira de qualidade ao mesmo tempo em que abre espaço para os talentos locais, começa a partir das 17h30 e a entrada, como sempre, é franca.

Vinil Moraes
Referência de multiplicidade e diversidade na música sul-mato-grossense, Vinil Moraes compõe idéias, reúne acordes e canta suas canções com uma bagagem cultural imensa. Para o show do MS Canta Brasil o músico selecionou um repertório autoral que mistura samba, reggae, soul e ritmos africanos.

Os músicos Walter Madruga (bateria), Danilo Lopes (contrabaixo), Leandro Perez (guitarra) e Luis Carlos Santana “Baiano” (percussão) formam a banda de apoio do compositor, que apresentará em seu repertório  as canções Guerreiro de Fé, Lado a Lado, Redenção, Afroindiodescendente, Regue sua Raiz (todas autorais) entre outras.

O show também contará com a música que se tornou o cartão de visitas do músico: “Porrada é Sempre no Mesmo Lugar” será interpretada de forma especial no show. “É sempre bom poder tocar minhas músicas e apresentar as parcerias que tenho feito para o público. Assim como foi no Som da Concha, será agora no MS Canta Brasil”.

Charlie Brown Jr.
"Fundei e batizei a banda com esse nome em 1992. Foi uma coisa inusitada. Trombei (literalmente) com uma barraca de água de coco que tinha o desenho do Charlie Brown, aquele personagem do Charles Schulz, mais conhecido por ser o dono do Snoopy. E o "Jr" é pelo fato de sermos filhos do rock", se explica Chorão, fundador da banda, em seu próprio site.

Influenciado por bandas contemporâneas como Raimundos, Nirvava, Red Hot Chili Peppers e Nação Zumbi, além de grupos como Sublime e Bad Brains, “o Charlie Brown” mistura hardcore, skate e reggae. Uma fórmula de sucesso que funciona desde 1997, ano de lançamento e “estouro” do primeiro álbum, Transpiração Contínua e Prolongada.

Desde então vieram outros 16 discos e duas coletâneas, além de cinco prêmios no Vídeo Music Brasil da MTV (banda revelação, escolha da audiência e melhor clipe em 1998, 2001 e 2003), dois Grammys de Melhor Álbum de Rock Brasileiro com Tâmo aí na Atividade (2005) e Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva (2010) e dois prêmios Multishow: Melhor Canção com "Senhor do Tempo", em 2007 e Melhor Videoclipe, com "Pontes Indestrutíveis", em 2008.

Renovando-se ao longo dos anos e compartilhando sua música com o público sem perder a identidade, o Charlie Brown Jr chega em 2012 apresentando o álbum “Música Popular Caiçara”, produzido por Liminha, levando para os palcos de todo o Brasil a vibração, a musicalidade e as mensagens transmitidas por Chorão, Thiago Castanho, Marcão, Champignon e Bruno Graveto.

Novas apresentações
As próximas atrações nacionais e regionais que irão se apresentar no MS Canta Brasil deste ano estão em fase de estudo e negociação de datas pela Fundação de Cultura e governo do Estado.

A banda mineira Skank, que se apresentaria no dia 29 de abril, mas que teve de cancelar a apresentação em função da morte do pai do vocalista, Samuel Rosa, ainda não confirmou uma nova data de apresentação, prevista na ocasião pelo próprio grupo para o mês de julho.

As tratativas para uma nova data ainda estão em andamento.

MS Canta Brasil
Realizado pelo Governo do Estado, o MS Canta Brasil é executado pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em cinco edições ao longo do ano na Grande Arena do Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

O projeto tem como objetivo homenagear os estados brasileiros por meio da música, promovendo a integração de artistas regionais com consagrados nomes da música nacional.

Desde que foi inaugurado, em outubro de 2007, já se apresentaram no evento 34 nomes da música sul-mato-grossense: Chalana de Prata, Tropeiros da Querência, Bojo Malê, Jerry Espíndola, Jucy Ibañez, Olho de Gato, Carlos Colman, Geraldo Espíndola, Filho dos Livres, Marcelo Loureiro, Guilherme Rondon, Bêbados Habilidosos, Bando do Velho Jack, Agemaduomi, Velho do Rio, Lia Mayo, Grass, Balaio Jazz, Simona, Léo Verão e Daniel Freitas, Zézinho do Forró, Delay, Curimba, Sampri, Aldeia Black, Muchileiros, Mandioca Loca, Gideão Dias, Jeniffer Magnética, Marina Dalla, Dimitri Pellz, Guga Borba, Hermanos Irmãos e Gustavo Vargas.

Em 2011 o evento reuniu público equivalente a 300 mil pessoas. Marina Dalla e Fernanda Abreu reuniram sob chuva 15 mil; Dimitri Pellz e Maria Gadú contaram com 70 mil pessoas na platéia; Guga Borba e Jota Quest chegaram a 90 mil; Hermanos Irmãos e Rita Lee reuniram 70 mil espectadores e Gustavo Vargas e Teatro Mágico, em show adiado, animaram mais de 50 mil.

Via Notícias MS

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Balneários municipais de MS são opções para passar o feriadão
Geral
Curso grátis de fotografia é aberto no MIS
Cultura
Semana cultural tem cinema e música instrumental no Sesc
Cultura
Bosque dos Ipes abre espaço para exposição indígena
Cidade
Praça Ary Coelho vira palco de muita música e atrações neste sábado
Cultura
No Autódromo, Marquinhos ressalta turismo de eventos
Cultura
Sesc Morada dos Baís recebe "Festival de Polca e Guarânia"
Cultura
Festival do Peixe tem "Feira Cristã" em Campo Grande
Cultura
Museus brasileiros aparecem em lista dos 100 mais visitados do mundo
Cultura
Cine Sesc terá documentário sobre violência contra índios e drama francês

Mais Lidas

Polícia
Esposa foge com pastor levando dinheiro e carro do marido
Polícia
Vídeo mostra momento que major é assassinado
Geral
Vídeo - Em encontro sustentável, secretário de Marquinhos cai de patinete
Polícia
Mãe de Kauan pode perder guarda de mais dois filhos