Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - covid atitudes
Cultura

Quem é? Músico de MS ganha cesta básica e tenta vendê-la nas redes sociais

"Atitudes vergonhosas e egoístas não representam a classe musical", diz a nota do Simatecms

27 abril 2021 - 11h08Marcos Tenório

Com mais de 500 famílias sendo beneficiadas com doações de cestas básicas, o Sindicato dos Músicos, Autores e Técnicos de Mato Grosso do Sul (Simatecms), publicou uma nota de repúdio contra um músico que não teve a identidade divulgada, onde ele teria solicitado uma cesta básica e anunciado a venda dela por R$ 200,00 nas redes sociais.

"Atitudes vergonhosas e egoístas não representam a classe musical", diz a nota. Que continua afirmando, "não vamos permitir que tal postura mesquinha e corrupta enfraqueça nossa luta".

O presidente do SIMATECMS, Américo Lucio Nogueira, conhecido como Béko Santanegra, não quis dar muitos detalhes sobre o caso, "não queremos dar notoriedade pra pessoas assim. Com certeza ele vai sentir o peso da atitude que teve", disse Béko.

Questionando pela reportagem do JD1 Notícias, sobre a possibilidade de outros músicos de Mato Grosso do Sul, serem rotulados, por conta dessa situação, Beko disse: "Uma pessoa cometeu um erro e ela é que tem que responder com a própria consciência. Já está de bom tamanho", falou.

O Jornalista Alex Fraga, ressaltou a importância de falar o nome do músico: "O Simatecms deveria citar o nome desse marginal que jamais pode ser chamado de músico. Coloque esse indivíduo na "arena", escreveu em sua rede social.

"Por R$ 200,00 ele está vendendo uma coisa que para ele não é importante, mas, para muita gente que está passando fome é muito importante", ressaltou. "Quem é o nome, quem é o cara", questiona outros artistas, afirma Fraga.

Nota de Repúdio

O SIMATECMS - SINDICATO DOS MÚSICOS, AUTORES E TÉCNICOS DE MATO GROSSO DO SUL - repudia veemente a atitude do músico que não precisava de doação e, mesmo assim, solicitou uma cesta básica para si e está vendendo por R$ 200,00 nas redes sociais. Atitudes vergonhosas e egoístas não representam a classe musical, que preza pela conduta honesta e solidária de cada um. Pedimos desculpas aos doadores e aos que realmente necessitam deste benefício. Seguiremos com nossa campanha até a situação melhorar. Não vamos permitir que tal postura mesquinha e corrupta enfraqueça nossa luta. "Um mais um é sempre mais que dois."
 

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cultura
Acontece hoje: apresentação solo ´Sob Controle'
Cultura
Projeto "Café e Literatura" promove conversa entre escritores e leitores
Cultura
Fundação Manoel de Barros realiza "2º Concurso de Pintura" para a pessoa idosa
Cultura
Confira os nomes dos selecionados para os shows do 'Som da Concha 2021'
Cultura
Projeto de restauração da Igreja da Tia Eva foi entregue hoje
Cultura
Revitalização do viaduto da Afonso Pena com Ceará é entregue
Cultura
Concurso cultural premiará artesões com obras de referência do Estado
Cultura
Marco e Concha Acústica passarão por reforma avaliada em R$ 300 mil
Cultura
Rodada de Negócios do Artesanato de MS abre inscrições para artesãos
Cultura
Chamamé é registrado como bem imaterial de Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

Polícia
Mãe e filha são ameaçadas e têm carro riscado ao pedir para vizinha abaixar o som
Polícia
Pais são presos suspeitos de torturar, abusar e matar filho de 1 ano
Polícia
Funcionária esquece cartão em sacola de roupas e cliente gasta R$ 856
Polícia
Atirador em gol rebaixado faz uma vítima no Moreninhas III