Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Cultura

Sobá, tereré e viola-de-cocho são temas de documentário produzido em MS

O projeto busca a valorização dos símbolos culturais do Estado

09 março 2023 - 16h07Brenda Leitte

O projeto “Do Nosso Jeito – Em Busca do Ser Sul-Mato-Grossense”, tem como objetivo dar protagonismo a elementos que são culturais e imateriais em Mato Grosso do Sul. A iniciativa é realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional Alexandrina Carlos Pinheiro (IDEACP).

Ao todo, são três documentários, de aproximadamente 25 minutos de duração, que referenciam a viola-de-cocho em Corumbá, o Sobá em Campo Grande e o Tereré em Ponta Porã. O projeto explica um pouco sobre a importância destes elementos na dinâmica identitária de Mato Grosso do Sul e como a inserção no cotidiano da população do estado.

“Criamos este projeto para valorizar os símbolos culturais do estado. Chamar a atenção para nossos patrimônios culturais, neste caso, os imateriais, que têm a ver com o modo de fazer e que também revelam a nossa herança cultural ligada aos indígenas, aos paraguaios e aos japoneses, um caldeirão de influências que, juntas, deram origem ao DNA sul-mato-grossense”, explica Rodrigo Teixeira, um dos apresentadores e também idealizador do projeto.

Os documentários registraram personagens, mostraram os elementos característicos e revelaram curiosidades sobre a história, os rituais e as dinâmicas sociais dos três bens culturais imateriais.

Viola-de-cocho o som do Pantanal

Desde o final do século 19, há indícios da presença da viola-de-cocho entre os indígenas do Pantanal, e até hoje ela faz parte dos principais festejos da região, o que fez com que ela se tornasse patrimônio cultural de Mato Grosso do Sul.

Para que um elemento se torne patrimônio histórico, é preciso muita pesquisa e estudos, mas principalmente o contato com a comunidade local. O documentário retrata as rodas de cururu e as festas promovidas pelos ”cururueiros”.

“O projeto deu a oportunidade de reunirmos os cururueiros e divulgar o trabalho de cada um deles. Costumamos dizer que na verdade o patrimônio são eles, porque eles detêm esse saber ligado ao modo de fazer a viola-de-cocho. Então divulgar o trabalho deles, a história de cada um, é muito importante pra que cada vez mais as pessoas da região possam conhecer e preservar essa história”, ressalta Wanessa Rodrigues, socióloga e produtora cultural.

Sobá e seu protagonismo

Um dos personagens trazidos nos documentários é a dona Dirce Guenka, que há mais de 20 anos fabrica o macarrão próprio para sobá. São cinco pessoas da mesma família que trabalham em torno da produção.

“Começamos de forma caseira, fazíamos tudo a mão e com uma máquina pequena, tudo bem manual, conseguimos produzir 10kg de macarrão em média. Hoje já produzimos em torno de 450kg só aos sábados chegando a aproximadamente 6 mil kg por mês. Trabalham na fábrica meu filho, minha nora, duas filhas e um neto”, explica Dona Dirce.

Seu filho Fred recebeu a equipe dentro da fábrica e disse como foi participar do documentário. “A equipe foi bem atenciosa e educada, tentaram mostrar nosso trabalho da melhor forma. A repercussão está ótima, muita gente comentando e também pessoas que desconheciam nosso produto vieram nos procurar. Enfim, gostei muito, só tenho a agradecer”, pontuou.

Tereré companheiro fiel do sul-mato-grossense

Difícil não ver um sul-mato-grossense acompanhado de um tereré bem gelado, e o projeto foi até a fronteira com o Paraguai mostrar a importância dessa bebida para o dia-a-dia da nossa população, tanto que se tornou patrimônio material da humanidade.

˜Foi muito gratificante participar desse projeto, visto que o mesmo trata da preservação da memória coletiva e na formação de uma sociedade. Essa preservação influencia diretamente em uma reinterpretação sobre novos olhares históricos, pertencentes a determinada região. O patrimônio histórico faz parte da identidade de uma sociedade quanto as suas características, costumes, seu comportamento, além de ser um registro fundamental para as futuras gerações sobre a importância da preservação da memória, influenciando diretamente na formação cultural local” descreve o historiador, que contou um pouco mais sobre a história do tereré, Prof. Me. Yhulds Giovani Pereira Bueno.

Serviço

No lançamento do projeto, o vídeo será apresentado presencialmente para os estudantes do Moinho Cultural em Corumbá, na Câmara Municipal em Ponta Porã e na Feira Central em Campo Grande. Para quem quiser acessar os documentários os mesmos já estão disponíveis. Clique aqui para assistir.

Lançamento em Corumbá MS
Data: 09/03/2023
Horário: 16h
Local: Moinho Cultural - Rua Domingos sahib,300 - Porto geral

Lançamento em Ponta Porã MS
Data: 22/03/2023
Horário: 19h
Local: Câmara Municipal – Av. Brasil, 3470 - Centro

Lançamento em Campo Grande MS
Data: 29/03/2023
Horário: 19h
Local: Feira Central - Rua Quatorze de Julho, 3351.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Édipo Ortiz
Cultura
JD1TV: Édipo Ortiz diz que foi escolhido pelo reggae e quer fortalecer gênero na Capital
Cinemark na Capital fica no Shopping Campo Grande
Cultura
'Descontão Cinemark' tem ingressos por R$ 12 até dia 19 de junho
 4º Arraiá Aspra Social
Cultura
4º Arraiá Aspra Social dará prêmio ao vencedor do pau de sebo
Imagem Ilustrativa
Cultura
Filmes Missão Impossível e Barbie chegam nas Moreninhas nesta semana
Banda V12
Cultura
Banda V12 abrirá show de Charlie Brown Jr. em Aquidauana
Brincadeiras para as crianças
Cultura
'10º Deixa Brincar' vai promover tarde de lazer no Parque das Nações Indígenas
Zeca Baleiro e Chico César
Cultura
MS Ao Vivo: edição de junho terá Zeca Baleiro e Chico César em Campo Grande
Passageiro tenta embarcar com cápsulas de cocaína no estômago em Corumbá
Interior
Passageiro tenta embarcar com cápsulas de cocaína no estômago em Corumbá
Paróquia Divino Espírito Santo se prepara para a 24ª Festa do Divino
Cultura
Paróquia Divino Espírito Santo se prepara para a 24ª Festa do Divino
Henrique Medeiros
Cultura
"Nadas em busca dos tudos", livro de poesias é lançado por Henrique de Medeiros

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal