Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 01
Economia

Presidente da Fiems e MSGás discutem o preço do gás natural

Sérgio Logen e Rudel Trindade buscam estratégias para tornar o preço do produto mais competitivo

24 setembro 2019 - 15h37Mauro Silva com assessoria

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, e da MSGás, Rudel Espídola Trindade,  e o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, se reuniram para discutir falar sobre o gás natural importado da Bolívia para Mato Grosso do Sul. O encontro que aconteceu na segunda-feira (23) na Casa da Indústria teve como principal tema o preço do produto para torná-lo mais atrativo aos empresários do Estado.

O presidente da Fiems entende que o gás natural boliviano traz uma oportunidade e é preciso encontrar uma forma de como Mato Grosso do Sul pode ser beneficiado em razão da proximidade com a Bolívia. “Na política que já foi regulada pela Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos), nós poderíamos fazer a importação direta do gás natural boliviano pelas empresas, utilizando a MSGás para o transporte, enfim, é nessa direção que a Fiems tem procurado estabelecer uma parceria com o Governo do Estado”, reforçou.

Rudel Trindade lembra que há um processo de mudança considerável no mercado de gás natural em meio a uma chamada pública em que se buscam outros parceiros para fornecer o produto para a MSGás. “Temos uma ligação muito grande com a Bolívia, sempre buscando a segurança do fornecimento, que é algo essencial para a indústria, e também um preço adequado para que os produtos fabricados no nosso Estado sejam competitivos em qualquer lugar. Nessa reunião com o presidente da Fiems, tratamos sobre as perspectivas a respeito do momento em que poderemos ter uma conversa mais ampla com relação a preço e modalidades de contrato com as empresas de Mato Grosso do Sul”, revelou.

Trindade prevê que até o fim deste ano, quando teremos uma nova modalidade de contrato e novos preços, o presidente Sérgio Longen poderá reunir todo o setor para discutir essa questão. “Também buscamos uma compra conjunta, um pool de empresas para que possamos comprar o gás natural direto da Bolívia para ter um preço mais acessível. Vamos marcar essa reunião antes do fim deste ano”, informou.

Também participaram da reunião a 1ª vice-presidente da Fiems, Claudia Pinedo Zottos Volpini, o diretor-administrativo e financeiro da MSGás, Rui Pires dos Santos, o diretor-técnico-comercial da MSGás, Bernardo Prates, a gerente de produção da MSGás, Regiane Schio, e o gerente-comercial da MSGás, Luís Duarte.

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
MS: Exportações crescem 29,37% em 2020
Economia
Confira quem pode sacar o FGTS emergencial nesta segunda
Economia
Com totens indicativos, produtos de MS ganham destaque nas prateleiras
Economia
Caixa abre agências neste sábado para beneficiários do auxílio
Economia
Capital: Cesta básica teve alta em julho, diz Dieese
Economia
Associação Comercial não quer fechamento da capital por 14 dias
Economia
Ministério da Economia quer o fim da meia-entrada nos cinemas
Economia
Salário de servidores estaduais é pago nesta segunda
Economia
Receita prorroga suspensão das ações de cobrança até 31 de agosto
Economia
Estado paga servidores no dia 4

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus