Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Educação

"Parar de contar mortos, e contar alunos voltando" dispara Riedel 

O Secretário disse ainda que está sendo estudada a liberação de eventos para a população 100% vacinada

27 julho 2021 - 12h49Juliana Alves

“MS quer parar de contar o número de mortos pra contar os vacinados, alunos em sala de aula e os novos empregos” esse foi o destaque dado pelo secretário de Infraestrutura do estado, Eduardo Riedel, na live do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir), que seá realizada semanalmente a apartir de agora.

Um dos primeiros destaques feitos nesta terça-feira (27) pelo secretário é de que os números não estão tranquilos em MS, uma vez que 38 municípios continuam na bandeira vermelha. No entanto a ideia do Prosseguir é dar continuidade no retomada das atividades em Mato Grosso do Sul.

Riedel ainda esclareceu que há um estudo sobre uma possível liberação de eventos para a população 100% vacinada. “Eventos em massa abertos, vinculados com a vacinação, essa é uma discussão que já está posta dentro do Prosseguir, até para a gente entender, por que essa discussão tem vários aspectos, não só de saúde. Mas até jurídico por que ela é de segregação da sociedade, tem muita coisa a ser discutida nesse conjunto. Acho que a gente ainda vai caminhar um pouquinho no sentido de ter nossa sociedade vacinada, para poder entender a consequência disso e ai o próximo passo seria essa análise se vai segregar ou não pessoas que tenham sido vacinadas  para algumas atividades” explicou.

Também participou da transmissão a secretária de estado de educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, que divulgou o protocolo de volta as aulas da rede estadual de educação. A secretária destacou que as escolas estão prontas para isso e que as famílias podem ficar seguras, no dia 02 de agosto a rede estadual de ensino vai acompanhar a bandeira do município.

“Bandeira vermelha 50% de alunos presentes e 50% hibridamente, isso que dizer os professores vão atender os alunos de números pares numa semana e de números impares na outra semana, porem os alunos pares irão levar atividade para casa, ele terá computado essa carga horaria na outra semana” explicou a secretária.

Quando questionada sobre o déficit de aprendizagem dos alunos por conta da pandemia, a secretária disse que já está em aplicação uma avaliação diagnostica que irá determinar esse déficit e depois disso determinado os alunos passaram por uma “recuperação” da aprendizagem.

“Os alunos vão continuar seguindo na mesma turma, e em outro momento nos podemos montar turmas, não a dele, mas de acordo com as deficiências de aprendizagem nas áreas de conhecimento” esclareceu Maria Cecilia.
 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Prefeito busca recurso para construção de Parques Tecnológicos na Capital
Educação
Prefeitura convoca após 5 anos professores aprovados em concurso
Educação
Medalhista em Tóquio, Fernando Rufino vence o Mundial de Canoagem
Educação
UEMS divulga nova data do vestibular 2022
Educação
Prazo para unidades prisionais aderirem ao Enem PPL termina amanhã
Educação
Pesquisadoras ocupam apenas 2% de cargos de liderança em ciência e tecnologia
Educação
Enem para pessoas privadas de liberdade é alterado pelo Inep
Educação
Reabertas inscrições do Enem para isentos ausentes no exame de 2020
Educação
Privados de liberdade já podem se inscrever no Enem 2021
Educação
UFMS terá mais de cinco mil vagas para 2022 e aulas presenciais

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju