Menu
Busca quinta, 06 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Gov_MS-Cresce_Maio21
Esportes

Bota arranca empate no fim e frustra nova festa na casa do Corinthians

02 junho 2014 - 10h11Via Globoesporte.com
O velho ditado "quem não faz, leva" entrou em ação no segundo jogo do Corinthians em sua recém-inaugurada arena, nesse domingo, e impediu mais uma vez que o time paulista festejasse antes da Copa do Mundo. Depois do Figueirense, que arrancou uma surpreendente vitória há duas semanas, o vilão da vez foi o Botafogo, dominado em grande parte dos 90 minutos, decretando 1 a 1 com gol de Edilson perto do fim. Jadson havia aberto o placar para o Timão no primeiro tempo.

O resultado deixa a equipe de Mano Menezes em terceiro lugar, agora com 16 pontos. Já o Glorioso fica na 14º posição, com nove, e cumpre a missão de se afastar um pouco da zona de rebaixamento no recesso para o Mundial. Na próxima rodada, em 16 de julho, os paulistas recebem o Inter, e os cariocas encaram o Sport, fora de casa.

Foi o último evento-teste para o palco da abertura da Copa do Mundo. O público pagante de 37.119 (renda de R$ 2.616.819,50) recheou o estádio, embora tenha tido dificuldades para entrar por causa de determinações operacionais da Fifa e tenha saído frustrado, num coro de vaias. Mas ficou provado que há pouco a se fazer em termos gerais do lado de dentro, à exceção da finalização estrutural do Setor Norte Superior, que ainda não foi liberado.

O duelo começou com amplo domínio do Corinthians. Tanto em presença no campo de ataque, quanto em chances de gol. Prova disso foi que no intervalo a estatística marcava sete a um em finalizações. A única boa chegada do Botafogo foi com uma cabeçada de Ferreyra. Longe de ser suficiente para evitar que Jadson abrisse o placar em belo chute de fora de área, aos 23.

A marcação encaixada do time de Vagner Mancini logo ruiu com atuações fracas de Airton e Bolatti. Sem contar com a inoperância do trio de meias, que produzia muito pouco. Mas, apesar de boas tabelas e passes partindo dos pés de Bruno Henrique e Petros, Guerrero e Romarinho não estavam inspirados e desperdiçaram os lances, eventualmente parando em Renan.

Aos poucos, o Alvinegro, que não baixou a guarda em momento algum, melhorou a movimentação e passou a ter lampejos de criatividade, aproveitando-se do espaço oferecido. Até que, aos 41 minutos, Edilson arrancou pela direita, invadiu a área, bateu firme e deu sorte pelos dois desvios no caminho e um toque na trave até a bola morrer na rede. Nos acréscimos, a pressão desorganizada do Timão não surtiu efeito, e o time saiu muito vaiado.
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
AGORA É LEI: Atividade física é serviço essencial em MS
Esportes
Times brasileiros voltam a campo nesta quarta pela Libertadores e Sul-americana
Esportes
Atual campeão da Libertadores, Palmeiras recebe Del Valle pela 2ª rodada da competição
Esportes
Pista de skate improvisada por garotos do Aero Rancho é destruída
Esportes
Aos 16 anos, ciclista Chapadense assina contrato com Portugal
Esportes
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada
Esportes
Vídeo: polícia usa bala de borracha durante confusão no Campeonato Sul-Mato-Grossense
Esportes
Após quase 5 anos, Renato Gaúcho deixa o comando do Grêmio
Esportes
Conmebol recebe 50 mil doses da CoronaVac para vacinar jogadores
Esportes
Flamengo é bicampeão da Supercopa do Brasil; a disputa contra o Palmeiras foi decidida nos pênaltis

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio