Menu
Busca segunda, 10 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Gov_MS-Cresce_Maio21
Esportes

Caixa investe R$ 100 mi em clubes do Brasil; veja divisão

09 abril 2014 - 11h00Via Terra
Prestes a fechar contratos com a dupla catarinense Figueirense e Avaí, a Caixa Econômica Federal deve assim superar o investimento de R$ 100 milhões nos clubes brasileiros dentro do ciclo de um ano. Dessa forma, o número de equipes com as camisas patrocinadas pelo banco do governo passará a ser de doze.

Dados oficiais obtidos pelo Terra, de acordo com a Lei Geral de Acesso à Informação, mostram que até o momento a Caixa investe R$ 94,4 milhões nos clubes brasileiros. Os três principais contratos são com o Corinthians (R$ 30 milhões por peito e costas acima durante um ano), Flamengo (R$ 25 milhões por peito durante um ano) e Vasco (R$ 15 milhões por peito e costas abaixo por dez meses).

Segundo informações da própria Caixa, os contratos com Avaí e Figueirense estão em fase final de negociação. Os valores devem ser enquadrados em uma terceira categoria, logo abaixo dos R$ 6 milhões pagos para Atlético-PR, Coritiba e Vitória. A dupla catarinense, possivelmente, seria equiparada a Atlético-GO e Paraná Clube.

Iniciada em 2012 com o patrocínio para o Corinthians que viria a disputar o Mundial de Clubes no Japão, a estratégia da Caixa visa a competição com outros bancos concorrentes no mercado esportivo. O Itaú patrocina a Copa do Mundo e a Seleção Brasileira, o Bradesco apoia os Jogos Olímpicos, o Santander tem Pelé e Neymar como garotos-propaganda e o Banco do Brasil destina recursos para o vôlei, tênis e outras modalidades esportivas.

"A Caixa é um banco comercial e atua no mercado financeiro, altamente competitivo. A empresa pretende liderar o acesso ao mercado de serviços financeiros e bancários", informou o banco em comunicado. "O patrocínio ao futebol consiste na oportunidade de proporcionar, além do expressivo retorno de mídia, uma infinidade de ações de relacionamento e negociais", explicou.

Além dos clubes de futebol, a Caixa destina recursos à Confederação Brasileira de Atletismo, ao Comitê Paraolímpico Brasileiro, à Confederação Brasileira de Ginástica e à Confederação Brasileira de Lutas Associadas.

Caixa Econômica Federal deve superar R$ 100 milhões em clubes brasileiros:

ASA de Arapiraca-AL - R$ 1 milhão por 1 ano
Atlético-GO - R$ 2,4 milhões por 10 meses
Atlético-PR - R$ 6 milhões por 1 ano
Chapecoense-SC - R$ 1 milhão por 1 ano
Corinthians-SP - R$ 30 milhões por 1 ano
Coritiba-PR - R$ 6 milhões por 1 ano
Flamengo-RJ - R$ 25 milhões por 1 ano
Paraná Clube-PR - R$ 2 milhões por 1 ano
Vasco-RJ - R$ 15 milhões por 10 meses
Vitória-BA - R$ 6 milhões por 1 ano

Avaí-SC e Figueirense-SC negociam para assinar nos próximos dias
Obs.: Há diferenças entre propriedades da camisa nos contratos
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Morre o jornalista esportivo Fernando Caetano, ex-Fox Sports e ESPN
Esportes
Em busca da Champions League, Neymar renova contrato com o PSG até 2025
Esportes
AGORA É LEI: Atividade física é serviço essencial em MS
Esportes
Times brasileiros voltam a campo nesta quarta pela Libertadores e Sul-americana
Esportes
Atual campeão da Libertadores, Palmeiras recebe Del Valle pela 2ª rodada da competição
Esportes
Pista de skate improvisada por garotos do Aero Rancho é destruída
Esportes
Aos 16 anos, ciclista Chapadense assina contrato com Portugal
Esportes
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada
Esportes
Vídeo: polícia usa bala de borracha durante confusão no Campeonato Sul-Mato-Grossense
Esportes
Após quase 5 anos, Renato Gaúcho deixa o comando do Grêmio

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio