Menu
Busca sexta, 19 de agosto de 2022
(67) 99647-9098
TJMS Agosto 22
Esportes

Campeão paralímpico André Brasil faz vaquinha virtual para processar IPC

Paratleta quer reverter decisão que o tirou das piscinas

16 novembro 2021 - 18h23Da Redação, com Agência Brasil

O nadador paralímpico André Brasil processa, desde abril de 2019, o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) buscando uma revisão do processo que o considerou inelegível para a prática do esporte adaptado.

A justificativa do órgão que rege o paradesporto mundial é que, na ocasião, ocorreu uma reclassificação em diversas modalidades, entre elas a natação. Com essa mudança, o brasileiro, que antes estava na classe S10 (aquela que reúne os atletas de menor comprometimento funcional), passou a estar fora do padrão para seguir nadando oficialmente. Dessa forma, ele está impedido de participar de qualquer competição.

Segundo o atleta, a decisão do IPC não levou em consideração tecnologia, ciência, imagens subaquáticas (no caso da natação) e exames médicos. “Infelizmente, não sou o único atleta a passar por esse tipo de situação perante o IPC. Muitos atletas de basquete em cadeiras de rodas que se classificaram para os Jogos Paralímpicos de Tóquio também foram repentinamente notificados de que não poderiam mais competir, pois o IPC decidiu alterar as regras de classificação. Atletas de tênis em cadeira de rodas enfrentaram o mesmo desafio, mas seu comitê local conseguiu negociar com o IPC um período de transição para permitir que competissem em Tóquio. Além de mim, outros tiveram essa oportunidade negada. Nossas carreiras foram encerradas pelo IPC, embora nossas condições médicas e deficiências nunca tenham apresentado qualquer grau de melhora”, declarou André Brasil através da assessoria de imprensa.

O processo segue na Alemanha e os tribunais exigem um depósito de 10 mil euros (aproximadamente R$ 63 mil). Além disso, o IPC exige um depósito de segurança inicial adicional no valor de 22 mil euros (R$ 137 mil).

“Fui excluído do esporte que mudou a minha vida e ainda preciso encontrar uma forma de obter esse valor necessário para me defender”, diz o atleta, que lançou na internet uma vaquinha virtual para buscar apoio para seguir à frente com o pedido de reversão.

“Essa luta é de todos que acreditam em um esporte inclusivo e não exclusivo”, concluiu. Em 15 anos de seleção brasileira, André Brasil conquistou 14 medalhas em Jogos Paralimpicos, 32 em Campeonatos Mundiais e 21 em Jogos Parapan-Americanos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Agora é oficial: CBF cancela partida de reposição entre Brasil e Argentina
Educação
Prazo para comprovar informações do Prouni inicia hoje
Esportes
Bia Haddad garante vaga na final do WTA 1000 de Toronto
Esportes
Copa do Mundo deve começar antes do esperado
Esportes
Campo Grande irá sediar torneio de futebol indígena em agosto
Esportes
Campo Grande sedia etapa internacional de strongman
Esportes
Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia segue até este domingo na Capital
Esportes
Brasil enfrenta a Colômbia na Copa América Feminina de Futebol
Esportes
JD1TV: Capital recebe a 7° etapa Nacional de Vôlei de Praia até domingo
Esportes
Justiça da Espanha irá julgar Neymar por fraude em contrato

Mais Lidas

Polícia
Dupla é indiciada por tentativa de triplo homicídio no Aero Rancho
Polícia
Filhos de idosa abandonada em casa cheia de fezes são encontrados
Polícia
Mulher é resgatada antes de ser queimada por facção em 'micro-ondas humano'; vídeo
Polícia
Morre encanador que caiu em buraco de obra em Campo Grande