Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Aguas - super banner
Esportes

Corinthians e Vasco podem ter de jogar com portões fechados

26 agosto 2013 - 23h03Via Uol
Corinthians e Vasco devem ser denunciados ainda nesta semana pela briga que suas torcidas protagonizaram no último domingo, no empate por 1 a 1 no Mané Garrincha. Se o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) decidir punir os dois times, pode inaugurar uma nova era no futebol brasileiro, com o retorno das punições de portões fechados.

"Seria a primeira pendência com um pedido nessa linha. Estamos analisando como uma circunstância que pode pautar essa nova fase em que, até por questões econômicas, os clubes estão jogando em outras cidades. A perda de mando da forma como está prevista pode se tornar uma penalidade sem efeito", disse Paulo Schmitt, procurador-geral do órgão, segundo o UOL Esporte.

Corinthians e Vasco seriam denunciados no artigo 213, que prevê multa de R$ 100 e R$ 100 mil e até dez mandos de campo. Neste caso, o clube seria obrigado a atuar em uma cidade a mais de 100 km de sua sede.

Uma punição nos atuais moldes, então, criaria uma situação bizarra. O Vasco, por exemplo, poderia atuar exatamente em Brasília, para onde levou a partida com o Corinthians por um cachê de R$ 1,5 milhão. Se em vez disso o STJD decidir vetá-lo na capital federal, o clube poderia mandar suas partidas no Maracanã, desfecho ainda pior.

O Corinthians, que também pode ser punido pela atitude de seus torcedores, também criaria uma situação inusitada. Da mesma forma que o Vasco, o clube paulista poderia mandar seus jogos no Mané Garrincha, que vem sendo utilizado com frequência no Campeonato Brasileiro com base em cachês milionários, atraindo especialmente times cariocas.

A punição de portões fechados não é uma novidade no futebol brasileiro. Ao longo da última década, esse tipo de imposição chegou a ser uma obrigatoriedade. "Há 4 ou 5 anos entramos com pedido para mudar isso, porque punia não só o público, como a TV e a venda de ingressos. Como regra geral a gente é contra, mas em casos gravíssimos e da forma como se apresentou esse caso, por exemplo, pode acontecer", disse Schmitt.

A briga entre corintianos e vascaínos já era esperada, dado o histórico de rivalidade entre os dois grupos e roubou a cena durante o jogo. Quatro torcedores de uma torcida organizada do clube paulista chegaram a ser detidos, mas foram liberados ainda na noite de domingo por falta de provas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos
Esportes
Goleiros titular e reserva do Flamengo testam positivo para covid

Mais Lidas

Clima
Meteorologia prevê céu nublado e chuva isolada na capital
Saúde
China tem bactéria vazada e contamina mais de 3.000 pessoas
Saúde
Saiba quais UPAs contam com clínico geral e pediatras neste sábado
Justiça
Candidatos à eleição podem tirar certidões on-line pelo TJMS