Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Esportes

Felipão sai em busca dos veteranos

10 dezembro 2012 - 10h09Reprodução

Luiz Felipe Scolari já procura jogadores mais experientes para formar a seleção brasileira. O primeiro a receber um telefonema do treinador foi Kaká. O próximo deve ser Ronaldinho Gaúcho. Felipão vai adotar o mesmo método de avaliação dos jogadores usados na composição da seleção na Copa do Mundo de 2002, quando teve conversas reservadas com os atletas e ouviu muitos treinadores de clubes europeus que tinham brasileiros selecionáveis em seus times.

Na conversa informal com Kaká, segundo interlocutores próximos ao meia do Real Madrid, Felipão teria manifestado sua intenção de contar com jogadores com bagagem de Copa no seu grupo. O treinador entende que jovens como Neymar, Oscar e Lucas, apesar de talentosos, não têm peso para carregar a seleção nas costas.

Com Ronaldinho Gaúcho, Felipão deve ter um encontro pessoal, da mesma forma como agiu com Figo quando dirigia Portugal em 2004. O craque estava disposto a não jogar mais pela seleção portuguesa nas Eliminatórias da Copa de 2006 e, se fosse o caso, só voltaria a jogar no Mundial. Felipão teve uma conversa reservada com Figo e o convenceu de que para disputar a Copa na Alemanha teria de jogar antes as eliminatórias. O craque cedeu e foi até o fim com Portugal em 2006.

Essa história tende a se repetir com Ronaldinho. Felipão quer o gaúcho no seu grupo. Conta até com a ajuda do presidente da CBF, José Maria Marin, para sentir do craque seu desejo de encarar a seleção como uma das principais lideranças do grupo.

Na festa do "Craque do Brasileirão", promovida pela CBF, no dia 3, em São Paulo, Marin conversou com Ronaldinho Gaúcho sobre o tema. E o jogador se colocou à disposição do novo treinador da seleção.

"Estive com Fred, Ronaldinho e Neymar e disse a eles que assumo total e exclusiva responsabilidade pelas vindas de Felipão e Parreira e que eu, Marin, não convoco nenhum jogador", disse o presidente da CBF em entrevista ao jornal O Globo.

Amanhã, no Pacaembu, no jogo de despedida do goleiro Marcos, Felipão, um dos convidados do evento, vai se encontrar com Ronaldinho pela primeira vez desde que reassumiu o comando da seleção brasileira.

O coordenador técnico, Carlos Alberto Parreira, também comunga da mesma ideia de apostar em jogadores experientes, que tenham bagagem de Copa do Mundo.

Fred tem esse perfil. Parreira convocou o atacante para a reserva de Ronaldo no Mundial de 2006. Artilheiro e um dos grandes nomes do Brasileirão de 2012, Fred, com respaldo de Parreira, é forte candidato a vestir a camisa 9.

Comissão técnica
Ainda nesta semana, Felipão vai se reunir com Parreira para fechar a comissão técnica e definir os próximos passos da seleção que deve ser convocada em meados de janeiro para o amistoso contra a Inglaterra, dia 6 de fevereiro, em Londres - os ingressos estão à venda no site da Federação Inglesa (ticketing.thefa.com).

Via Estadão

Unica - primavera

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
“É fundamental para inspirar outros jovens”, diz Yeltsin sobre MS Mais Esporte
Esportes
Programa MS + Esporte será lançado nesta terça-feira, na Capital
Esportes
Inscrições para 1º CG Open de Beach Tênis vão até 3 de novembro
Esportes
Fifa discute possibilidade de Copa do Mundo bienal
Esportes
Paratleta de MS conquista ouro em disputa nacional em Brasília
Esportes
Eliminatórias: Brasil goleia Uruguai com brilho de Neymar e Raphinha
Esportes
Governo de MS anuncia investimento de mais de R$ 120 milhões no esporte
Esportes
Corinthians recebe Fluminense na 26ª rodada do Brasileiro
Esportes
Torcedores invadem CT e gravam Gabigol tomando banho com companheiro de Seleção
Esportes
Atletas de MS faturam 18 medalhas na Copa Regional de Taekwondo

Mais Lidas

Polícia
Homem pula o muro e flagra a ex-mulher com outro e transtornado agride ela e tranca os dois
Brasil
Vídeo: Homem se desespera ao ver que racha com os amigos acabou em morte
Geral
Com oito filhos, mãe anuncia gravidez de gêmeos e dispara: 'queremos mais'
Geral
Pastor embolsa R$ 30 milhões da Igreja Universal e foge