Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Esportes

Irritado, Felipão já admite deixar o Palmeiras perante multa

29 dezembro 2011 - 13h15Folhapress

Irritado com o fato de cartolas palmeirenses terem perguntado, em tom preocupado, quem arcará com seus salários após a saída de patrocinadores, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou, por meio de sua assessoria, que, se o clube do Parque Antarctica pagar a multa rescisória --por seus cálculos, em torno de R$ 2 milhões--, ele nem se reapresenta no dia 4.

Em setembro, Scolari apresentou uma proposta ao Palmeiras para que ambas as partes não tivessem que pagar multa em caso de rescisão. No entanto, o clube não aceitou o acordo.

Desde que assumiu o Palmeiras, em junho do ano passado, Scolari fez gestos obscenos para torcedores, criticou a diretoria e jogadores.

Neste período, recebeu propostas para deixar o clube, inclusive do rival São Paulo, mas não foi liberado pelo Palmeiras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
COVID: Hernanes testa positivo e desfalca São Paulo contra Athletico
Esportes
Após nova condenação, Santos planeja rescisão de contrato com Robinho
Esportes
Palmeiras e Grêmio abrem hoje a 30ª rodada do Brasileirão
Esportes
O jogador Marcel Sabitzer tem contratação disputada por Arsenal e Tottenham
Esportes
Palmeiras decide a Copa do Brasil contra o Grêmio em casa
Esportes
Santos encara o Boca por 'final brasileira' na Libertadores
Esportes
Neymar volta a treinar quase um mês após lesão no tornozelo
Esportes
Lakers não passam pelo Spurs em casa e perdem a liderança do Oeste
Esportes
Jogador brasileiro morre depois de quatro dias internado ao sofrer parada cardiorespiratória
Esportes
Projeto Movimenta CG retorna com exercícios presenciais e online

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio