Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Geral

Bolsonaro aprova lei que obriga agressor doméstico a ressarcir Estado

Autor pagará dispesas do SUS da vítima e ofertas de dispositivo de segurança

17 setembro 2019 - 17h57Sarah Chaves, com informações do G1

Entre os Projetos de Lei sancionados pelo presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (17), está a que obriga agressores domésticos ou familiares a ressarcirem o Estado pelas despesas com atendimento das vítimas da agressão, e entrará em vigor após 45 dias da publicação no Diário Oficial da União de quarta-feira (18).

O texto altera a Lei Maria da Penha, e faz referência tanto aos gastos do Sistema Único de Saúde (SUS) quanto à oferta de dispositivos de segurança às vítimas - o botão do pânico, por exemplo.

O projeto já tinha sido aprovado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2018, mas sofreu mudanças durante a análise no Senado. Os senadores incluíram, por exemplo, a necessidade de uma condenação judicial definitiva para que o pagamento fosse exigido.

O texto voltou à Câmara, e todas as mudanças do Senado foram rejeitadas. Com isso, a lei sancionada não exige condenação do agressor, e o ressarcimento pode ser pedido no âmbito civil.

“Os gastos do atendimento prestado pelo SUS, pagos com recursos públicos, também precisam ser objeto de reparação, do contrário, quem estar assumindo tal responsabilidade, por um ato ilícito, será a sociedade de uma forma geral”, diz o autor do projeto, deputado Rafael Motta (PSB-RN), na justificativa do texto original.

O projeto convertido em lei também define que o ressarcimento não poderá ter impacto no patrimônio da mulher agredida e dos filhos, e nem poderá ser usado como atenuante para uma condenação penal.

De acordo com o Palácio do Planalto, a nova lei não tem nenhum impacto no Orçamento da União, “vez que não cria, nem modifica despesa, tampouco prevê renúncia de receita”. O dinheiro do ressarcimento será destinado ao fundo de saúde do governo que tiver feito o atendimento à vítima.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial
Geral
Riedel lança e inaugura obras no interior
Geral
Alcione, Sambô, Projota e outros artistas animam o domingo em lives
Geral
Filho de Bolsonaro termina namoro com influenciadora ex de Eduardo Costa
Geral
Homem morre após rolo compressor passar por cima da barriga dele
Geral
“É mais fácil o MS fechar que a Casa China”, diz diretor do Shopping China
Geral
Estão liberadas as realizações de vistoria de identificação veicular
As vistorias deverão ocorrer fora das instalações das empresas credenciadas
Geral
Caixa abrirá até 12h para pagamento do auxílio emergencial neste sábado
Geral
Caixa abrirá 12 agências para saque do auxílio neste sábado no MS
Geral
Mega-Sena pode sortear prêmio acumulado de R$ 5,5 mi neste sábado

Mais Lidas

Polícia
Passageira trans diz ter sido puxada pelos cabelos e chama motorista de covarde
Polícia
Homem é preso com quase 400 kg de maconha que iriam para São Paulo
Polícia
Assessor de Trump diz que EUA devem barrar voos do Brasil
Saúde
Secretário de vigilância pede demissão do Ministério da Saúde