Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Senar - junho21
Geral

Comércio vê "oportunidade de aumentar as vendas" no Dia das Mães

O Toque de Recolher será das 22h às 5h para ajudar o setor durante a semana comemorativa

05 maio 2021 - 10h49Sarah Chaves com informações do Governo do Estado

O novo toque de recolher que começa às 22h nesta quarta-feira (5) e segue até domingo (9), é uma oportunidade de aumentar as vendas no Dia das Mães para o comércio. “O Governo do Estado foi muito receptivo e recebeu nossa solicitação, concedendo este benefício ao comércio e microempreendedor”, afirmou o presidente da Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul (Faems), Alfredo Zamlutti Junior.

Zamlutti elogiou a postura do governo estadual que, segundo ele, desde o início da pandemia sempre manteve o diálogo e atendeu o setor no que foi possível e desta vez deu “a oportunidade de aumentar as vendas no Dia das Mães, com horário mais estendido para as vendas e atendimento aos clientes”, destacou.

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-MS), Juliano Battistel Kamm Wertheimer, ressaltou que esta flexibilização do horário, nestes cinco dias, foi uma “ótima notícia” e chegou em boa hora. “O setor está focado rumo a recuperação das suas atividades e vamos aproveitar este momento para dar exemplo e cumprir todas as regras de biossegurança, até para avançarmos nas conversas com o poder público, em relação ao horário de funcionamento”.

Para a Fecomércio a flexibilidade no horário é um “fôlego” para o comércio, “Uma hora parece pouco, mas já é um fôlego e tanto para quem compra, quanto a quem vende. Continuaremos nas discussões para todos os lados serem atendidos, com o objetivo de alavancar as vendas no Dia das Mães, bem como em outras datas importantes no calendário comercial”, destacou o presidente da Fecomércio-MS, Edison Araújo.

Horário especial para o Dia das Mães

Após pedido de representantes do comércio, por meio da Faems, Fecomércio e Abrasel, foi feita uma deliberação excepcional do governo para atender o setor e assim mudar o horário do toque de recolher nesta semana que antecede o “Dia das Mães”.

Depois deste período retorna o antigo horário (21h até às 5h), até nova avaliação das condições e bandeiras de cada cidade do Estado, em relação a pandemia do coronavírus, conforme o programa Prosseguir.

Para definir esta “flexibilização” nestes cinco dias, foi levado em conta que Campo Grande já dispõe de pontuação para estar na bandeira “laranja”, em que o horário do toque de recolher é a partir das 22h, no entanto na última avaliação foi colocada na “vermelha”, porque antes estava na “cinza” e as regras (programa) não permitem pular duas bandeiras de uma vez.

Vai di Vinho

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Ex-diretora do Regional, Rosana Melo assume secretaria do Ministério da Saúde
Geral
Sectur abre inscrições para Curso de Mosaico
Geral
Jovem de 27 anos morre após complicações da Covid-19
Geral
Cultura lamenta morte de Lincoln Gouveia
Geral
Atenção: Licenciamento de veículos com placas 3 e 4 vence neste mês
Geral
Cantor de reggae, Lincoln Gouveia é encontrado morto
Geral
Motorista não vê cavalo solto na pista e atropela animal na MS-134
Geral
Capital retoma vacinação de pessoas com 49 anos e D2 da Coronavac nesta sexta
Geral
103 relógios da Energisa já podem ser periciados
Geral
Capital pode ter memorial de vítimas da covid com nome de apóstolo

Mais Lidas

Polícia
Tio engravida sobrinha de 13 anos e tia tenta fazer aborto, mas criança nasce
Geral
Ciclista morre ao ser atropelado voltando do serviço
Geral
Agente penitenciário é mais uma vítima da Covid-19 na capital
Polícia
Pastor preso por estupro de adolescentes, já foi detido por violência doméstica