Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Novembro20 Juizado de transito
Geral

Emha oferece estágio remunerado para acadêmicos

O estágio é uma forma de incentivo para alunos de arquitetura e urbanismo

01 outubro 2019 - 14h36Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Agência Municipal de Habitação (Emha), divulga vaga para estágio obrigatório (meio período) para estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Capital. Os interessados devem enviar currículo e um texto explicando o motivo do interesse da vaga pelo e-mail: habitaçã[email protected]

A Emha também busca premiar a criatividade deles e lançou no Feirão Habita Campo Grande, que aconteceu entre os dias 15 e 17 de agosto deste ano, a segunda edição do prêmio para estudantes de Arquitetura e Urbanismo: Campo Grande Bem Melhor.

O prêmio teve como objetivo consolidar os conhecimentos da academia para buscar soluções atuais para as antigas problemáticas das cidades de forma geral.

O grupo vencedor deste ano foi composto por Daniella Alves Leal e Mariana Marsura da Silva Leme, orientadas pela Profa. Andrea Naguissa Yuba, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, com o tema Habitação Guará.  O projeto apresentou um empreendimento de interesse social, com critérios de construção por meio de mutirão assistido, destinado a homens e mulheres para promover geração de empregos e qualificação profissional para os moradores que ali habitaram, na região entre os bairros Tiradentes e Vilas Boas, favorecendo nesse último citado, a movimentação do comércio noturno mais ativo da região.

As acadêmicas, pela excelência ao atendimento dos quesitos solicitados pelo 2º Prêmio, receberam o troféu Campo Grande Bem Melhor – Emha e o cheque no valor de R$ 1.500,00. Para Daniella Alves Leal, uma das integrantes do projeto vencedor. “Esse concurso, colocando em questão a maneira de projetar habitações sociais, deu a oportunidade de mostrar que na faculdade de arquitetura, as ideias de melhoria dos espaços são também inclusivas”, considerou a acadêmica

De acordo com Mariana, também parte do grupo vencedor pelo projeto Habitação Guará, é importante que os estudantes participem desse concurso. “Houve a chance de colocar em prova os conhecimentos adquiridos na faculdade. Diferentemente daquilo que o mercado impõe, tivemos a liberdade para estudar e utilizar métodos construtivos não convencionais, além de aplicar conceitos de urbanismo e sustentabilidade que melhoraria a qualidade de vida.  Não só dos beneficiados pela habitação, mas para toda a cidade direta ou indiretamente”, explica a vencedora.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Defesa diz que Rodrigo “não tem envolvimento” em ilícitos da “Lama Asfáltica”
Geral
Estudo do Imasul vai subsidiar modelo para recuperação do Rio Taquari
Geral
Jeri Bar diz que "incômodos estão sendo resolvidos"
Geral
Vídeo: Lixo do “Jeri Bar” causa transtornos à vizinhança
Geral
Reinaldo inaugura quartel do Corpo de Bombeiros em São Gabriel do Oeste
Geral
Prefeitura faz sorteio de blocos do Residencial Sírio Libanês e Portal das Laranjeiras
Geral
Vídeo: Noivo chuta o rosto da noiva durante "dança sexy" no casamento
Geral
Associação repudia agressão em delegacia
Geral
Vídeo: Criança fica presa dentro de vaso de barro e chora por não conseguir sair
Geral
Marquinhos reúne secretários para analisar dados da Covid-19

Mais Lidas

Cidade
Tenente que agrediu mulher algemada em delegacia é transferido para Capital
Polícia
AO VIVO: massagista que matou chargista chega à capital
Polícia
Três adolescentes são apreendidos pelo furto de motocicletas
Polícia
Mulher é xingada pelo marido e revida com uma 'chinelada' no rosto