Menu
Busca sexta, 24 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Geral

Emha oferece estágio remunerado para acadêmicos

O estágio é uma forma de incentivo para alunos de arquitetura e urbanismo

01 outubro 2019 - 14h36Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Agência Municipal de Habitação (Emha), divulga vaga para estágio obrigatório (meio período) para estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Capital. Os interessados devem enviar currículo e um texto explicando o motivo do interesse da vaga pelo e-mail: habitaçã[email protected]

A Emha também busca premiar a criatividade deles e lançou no Feirão Habita Campo Grande, que aconteceu entre os dias 15 e 17 de agosto deste ano, a segunda edição do prêmio para estudantes de Arquitetura e Urbanismo: Campo Grande Bem Melhor.

O prêmio teve como objetivo consolidar os conhecimentos da academia para buscar soluções atuais para as antigas problemáticas das cidades de forma geral.

O grupo vencedor deste ano foi composto por Daniella Alves Leal e Mariana Marsura da Silva Leme, orientadas pela Profa. Andrea Naguissa Yuba, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, com o tema Habitação Guará.  O projeto apresentou um empreendimento de interesse social, com critérios de construção por meio de mutirão assistido, destinado a homens e mulheres para promover geração de empregos e qualificação profissional para os moradores que ali habitaram, na região entre os bairros Tiradentes e Vilas Boas, favorecendo nesse último citado, a movimentação do comércio noturno mais ativo da região.

As acadêmicas, pela excelência ao atendimento dos quesitos solicitados pelo 2º Prêmio, receberam o troféu Campo Grande Bem Melhor – Emha e o cheque no valor de R$ 1.500,00. Para Daniella Alves Leal, uma das integrantes do projeto vencedor. “Esse concurso, colocando em questão a maneira de projetar habitações sociais, deu a oportunidade de mostrar que na faculdade de arquitetura, as ideias de melhoria dos espaços são também inclusivas”, considerou a acadêmica

De acordo com Mariana, também parte do grupo vencedor pelo projeto Habitação Guará, é importante que os estudantes participem desse concurso. “Houve a chance de colocar em prova os conhecimentos adquiridos na faculdade. Diferentemente daquilo que o mercado impõe, tivemos a liberdade para estudar e utilizar métodos construtivos não convencionais, além de aplicar conceitos de urbanismo e sustentabilidade que melhoraria a qualidade de vida.  Não só dos beneficiados pela habitação, mas para toda a cidade direta ou indiretamente”, explica a vencedora.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sedhast abre inscrição para capacitar novos conselheiros tutelares
Geral
CCZ anuncia primeira feira de adoções de pets de 2020
Geral
Vivo lidera número de reclamações entre serviços de telefonia
Geral
Mega Sena de Verão deve sortear R$35 milhões
Geral
INSS da 26 de Agosto está fechado por falta de luz
Geral
"Tempo de espera abusivo", diz Procon-MS sobre agências bancárias
Geral
Andreia Rios grava DVD com atração nacional nesta quarta
Geral
Nova diretoria do Sindifisco define metas
Geral
Homem procura por familiares em Mato Grosso do Sul
Geral
Engenheiro morre em acidente com caminhonete e locomotiva

Mais Lidas

Oportunidade
Funtrab fecha a semana com diversas vagas na capital
Brasil
Bolsonaro não recriará Ministério da Segurança
Polícia
Bebê de um ano é estuprada pelo primo de 15 anos e passa por cirurgia
Polícia
Casal sul-mato-grossense é vítima de latrocínio no Mato Grosso