Menu
Busca terça, 22 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Geral

Força-tarefa apura denúncias contra João de Deus em seis países

Possíveis vítimas de outros países procuraram as autoridades para denunciar os abusos

15 dezembro 2018 - 07h44Da redação com Agência Brasil

A força-tarefa criada pelo Ministério Público de Goiás (MPGO) apurou denúncias de abuso sexual contra o médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, em seis países. Possíveis vítimas procuraram o grupo para denunciar casos de abuso sexual, mesmo vivendo na Alemanha, Austrália, Bélgica, Bolívia, nos Estados Unidos e na Suíça.

Desde o dia 10, quando foi criado o e-mail para receber denúncias de vítimas, 335 mensagens e contatos por telefone foram atendidos. O e-mail específico para essa finalidade é o [email protected]

De acordo com o Ministério Público, as denúncias se referem a possíveis vítimas que estão em Goiás, no Distrito Federal, em Minas Gerais e São Paulo, no Paraná e Rio de Janeiro, em Pernambuco, no Espírito Santo e Rio Grande do Sul, em Mato Grosso do Sul, no Pará, em Santa Catarina, no Piauí e Maranhão.

Também já houve levantamento do número de depoimentos coletados em outros estados. Ao todo, foram 30 colhidos pelos MPs de São Paulo, Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, Distrito Federal e Espírito Santo.

Reunião

No esforço de ampliar a integração da atuação do MP e da Polícia Civil no caso, o procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto, esteve com o delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes. Mais dois nomes serão incorporados à força-tarefa.

Um deles é o de uma promotora de Abadiânia, cidade goiana onde o médium presta atendimento espiritual, e outro é de uma delegada na força-tarefa criada pelo MP. O grupo era, até então, formado por cinco promotores e duas psicólogas da equipe do MP.

O procurador-geral de Justiça também encaminhou um ofício-circular aos procuradores-gerais de Justiça dos MPs estaduais e do Distrito Federal solicitando a designação de unidades de atendimento para coleta de depoimentos de possíveis vítimas do médium.

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Projeto tenta reconhecer atividades estéticas como essenciais
Geral
"A pandemia tem sido, sim, mais cruel com as mulheres", diz Luciana Azambuja
Geral
Riedel anuncia a vereadores pacote de R$ 60 milhões em obras
Geral
Covid - Morre o auditor fiscal Alberto Kalache
Geral
Procon-MS registra alto número de denúncias de consignados irregulares
Geral
Para evitar fraudes, bomba de combustível terá assinatura digital
Geral
Unigran realiza congresso científico
Geral
IPEMS chega aos 30 anos de mercado
Geral
Terça é dia de D2 da Coronavac e Astrazeneca; veja as datas
Geral
Orçamento de 2022 será votado nesta terça

Mais Lidas

Geral
Foi convocado? Agehab divulga lista de beneficiários para ocupação de imóveis
Polícia
Menina de 11 anos era estuprada pelo pai no trajeto da igreja
Polícia
Bandido morre após tentar assaltar policial
Geral
Morta pelo marido, Lindinalva era professora e deixa dois filhos