Menu
Busca domingo, 26 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Governador diz que Vale Renda está mais transparente

Reinado afirmou que programa foi aperfeiçoado e que acabar com a duplicidade abre espaço para atender novas famílias

15 maio 2019 - 14h15Rayani Santa Cruz, com informações da assessoria

O governador Reinaldo Azambuja destacou na manhã desta quarta-feira (15), durante a abertura da capacitação de técnicos do Vale Renda, que o programa será mantido depois de passar por mudanças para ficar mais transparente e levar o benefício a quem não está incluído em nenhum auxílio de transferência de renda. A solenidade foi realizada no auditório da governadoria.

Cerca de 150 técnicos da capital e do interior recebem a qualificação para se familiarizar com os novos critérios do programa, que passou por mudanças no mês passado. Esses profissionais são responsáveis pelos cadastros, encaminhamentos e visitas às famílias beneficiadas.

A principal novidade é o uso do Cadastro Único – um instrumento do governo federal que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda – e a impossibilidade do acúmulo com outro benefício semelhante, como o Bolsa Família. Com essa mudança, o governo poderá atender novas pessoas, que hoje não são beneficiadas por nenhum programa social.

“Temos evoluído no quesito transparência. O Estado de Mato Grosso do Sul, no início de 2015, era o último estado pontuado em transparência no Brasil. Tiramos nota 1,4, à época. Então viemos evoluindo no quesito transparência. Os programas sociais, principalmente o Vale Renda, dentre outros, têm tudo de interligação com o quesito transparência. Recentemente, evoluímos no ano passado para primeiro lugar e essa é uma evolução permanente”, afirmou Reinaldo Azambuja.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, Elisa Cleia Nobre, disse que a capacitação é importante para garantir a qualidade dos trabalhos.

No início do ano, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) descobriu que quase metade – 22 mil – , das 45 mil famílias que recebem o Vale Renda já é beneficiada pelo programa Bolsa Família ou não está em situação de vulnerabilidade social. Muitas delas conseguiram ascender socialmente, por isso, não dependem mais do auxílio financeiro.

O programa do Governo do Estado atende famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica com aporte financeiro de R$ 180,00 mensais. De acordo com o Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2010, da ONU, 3,5% da população de Mato Grosso do Sul vive na extrema pobreza.

Também participaram da solenidade de abertura da capacitação os secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Carlos Alberto de Assis (secretário especial e chefe de gabinete) e o deputado estadual Antônio Vaz, além de secretários-adjuntos e diretores de fundações e autarquias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Passeata pró-governo confirma previsão de público
Geral
Capital registrou 16,4 mil nascimentos em 2018
Geral
Maio Amarelo: Vistoria veicular garante mais segurança no trânsito
A campanha Maio Amarelo chama a atenção dos condutores para os cuidados nas vias
Geral
Conteúdo violento no Facebook aumenta quase 10 vezes em um ano
Geral
Concurso público da PM e Bombeiros: candidatos têm até hoje para preencher ficha da Investigação Social
A entrega de documentação ocorrerá entre os dias 27 de maio e 7 de junho
Geral
Prefeitura promove curso de capacitação em promoção da igualdade racial
Geral
Parque dos Poderes estará parcialmente interditado neste domingo
Geral
Indiano tem tumor cerebral de 11 kg retirado da cabeça
Geral
Oitavo alpinista morre no Monte Everest na atual temporada
Geral
Pais precisam de R$ 60 mil para cirurgia da filha e criam “vaquinha virtual”

Mais Lidas

Fim de Semana
Gasolina será vendida a R$ 2,50 em dois postos da capital neste sábado
Geral
Vídeo - Motorista chega empurrando o carro para abastecer a R$ 2,50
Polícia
Jovem é morto a machadadas por ex-cunhado na capital
Polícia
Motociclista tenta ultrapassagem e colide com ônibus na capital