Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Aguas - super banner
Geral

Jovem foi atingida por tiro nas costas durante tiroteio

22 fevereiro 2011 - 11h58
Daniele Fernanda Hugo Lima foi vítima de bala perdida do tiroteio ocorrido após um assalto, no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua Rui Barbosa, em Campo Grande, por volta das 9h30min desta terça-feira. Ela passava na calçada da avenida quando foi atingida nas costas por um tiro disparado ou pelos bandidos, ou pelo policial civil à paisana que testemunhou o assalto. De acordo com o estudante Sony Henry Munhoz Dias, 20 anos, que fazia panfletagem na via e testemunhou o tiroteio, Daniele reclamou de dor nas costas e em seguida se apoiou na parede. Um rapaz que estava com ela viu o ferimento e a levou para dentro da loja Legal Celulares, onde ficou até ser socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). A loja foi fechada para atendimento da jovem, que já foi transportada para a Santa Casa. “Eu vi na hora que ela só reclamou que tinha algo nas costas e encostou na parede e o amigo dela a arrastou para a loja”. De acordo com Sony, os disparos quase atingiram uma outra jovem que fazia panfletagem. “Eu ouvi os tiros. Ficamos assustados e por pouco não pegou na menina que entregava panfletos”. Assalto- O tiroteio aconteceu após um assalto ocorrido na frente da agência do HSBC. O policial civil que atirou nos bandidos conta que passava pela calçada quando viu um homem com arma de fogo em uma motocicleta YBR abordar outro, que estava com um pasta nas mãos e disse ser gerente da instituição financeira. Em seguida, outro homem pegou a pasta da mão da vítima e a colocou na mochila que carregava nas costas. Os bandidos também renderam um vigia do local para roubar arma, mas como não tinha, desistiram. Eles ainda teriam visto a arma do funcionário público, que ele diz ter escondido debaixo do capacete, e perguntando se o mesmo era policial. Diante da negativa fugiram, mas poucos metros depois atiraram contra o servidor, que revidou. Testemunhas dizem que foram de quatro a cinco tiros, sendo que um deles atingiu Daniele. Nenhum suspeito do assalto foi preso. Movimentação - Policiais civis e militares estiveram no local. A presença de várias viaturas da Polícia e do Samu chamaram atenção. Muitos curiosos se aglomeraram em frente à loja de celulares e quem passava pelo local questionava o que estava acontecendo. Fonte: CG News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Carlito Nahas, o “Papai”, morre de coronavírus
Geral
Eletricitários paralisam e exigem transparência de terceirizada da Energisa
Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Geral
Pré-candidato na capital, Renato Branco morre em decorrência da Covid-19
Geral
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 43 milhões na quarta-feira
Geral
Fernando e Sorocaba fazem live neste domingo; confira outros artistas
Geral
Na pandemia, Thomaz Lanches descobre evasão de 20%
Geral
Luísa Sonza está sendo processada por suposto ato racista
Geral
Live com presidente do TRE abre cobertura das eleições no JD1
Geral
Morador de MS recebe sementes misteriosas da China e governo emite alerta

Mais Lidas

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Polícia
Acusado de esturpo coletivo é executado na rua após ganhar liberdade
Geral
Carlito Nahas, o “Papai”, morre de coronavírus
Polícia
"Depois do amém", cinco crentes são atropelados por motorista bêbado