Menu
Busca sábado, 19 de junho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - Feminicidio
Geral

Justiça bloqueia R$ 50 milhões das contas de João de Deus

MP-GO já recebeu mais de 600 mensagens de mulheres que afirmam ser vítimas do médium

28 dezembro 2018 - 18h17Da redação com Agência Brasil

O Tribunal de Justiça estadual (TJ-GO) determinou o bloqueio de R$ 50 milhões de contas pessoais de João de Deus, a pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO).

O pedido foi atendido na noite desta quinta-feira (27) conforme o MP-GO. A defesa do médium disse não ter conhecimento da decisão.

No pedido apresentado à Justiça, os promotores goianos pedem que R$ 20 milhões sejam destinados a reparar as eventuais vítimas de João de Deus, que é acusado de abusar sexualmente de mulheres que frequentavam o centro espírita Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO). Os R$ 30 milhões restantes serão reservados a indenizar danos morais coletivos.

Até a última quarta-feira, o MP-GO já tinha recebido mais de 600 mensagens de mulheres que afirmam ser vítimas do médium. Nem todos os contatos serão convertidos em inquéritos já que, além de avaliar a consistência dos relatos, os promotores precisam verificar quais deles caracterizam potenciais casos de abuso sexual, descartando aqueles que não passam de desabafos ou de denúncias em duplicidade.

Dos mais de 600 relatos recebidos por meio do endereço [email protected], dos telefones 62 3243-8051 e 8052 ou presencialmente, há, segundo o MP estadual, pelo menos 260 potenciais vítimas do médium, sendo que 11 delas residem no exterior: Estados Unidos (4), da Austrália (3), da Alemanha (1), da Bélgica (1), da Bolívia (1) e da Itália (1).

Prisão preventiva

O juiz Wilson Safatle Faiad, responsável pelo plantão no Tribunal de Justiça de Goiás, decidiu pela substituição de uma das prisões preventivas contra o médium João de Deus por prisão domiciliar, no caso de posse ilegal de armas.

O juiz estabeleceu uma série de condições para a concessão da prisão domiciliar, como pagamento de fiança de R$ 1 milhão, monitoração eletrônica, recolhimento do passaporte e desde que não esteja preso por outro motivo. Apesar da decisão, o médium continua preso por causa das acusações de crimes sexuais. Ele nega as acusações.

Senar - square junho21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Caminhoneiros anunciam greve para 25 de julho
Geral
Animais são encontrados mortos no Pantanal e suspeita é de envenenamento
Geral
Conselheiro Waldir Neves responde à operação da PF na qual foi alvo
Geral
Paulo Corrêa anuncia investimentos para Bataguassu
Geral
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19
Geral
Bolsonaro volta a MS no final do mês
Geral
Ex-diretora do Regional, Rosana Melo assume secretaria do Ministério da Saúde
Geral
Sectur abre inscrições para Curso de Mosaico
Geral
Jovem de 27 anos morre após complicações da Covid-19
Geral
Cultura lamenta morte de Lincoln Gouveia

Mais Lidas

Saúde
"É preciso dizer não", diz adjunta da saúde sobre festas na capital
Geral
Jovem de 27 anos morre após complicações da Covid-19
Polícia
Serial Killer: polícia encontra carta dizendo que muita gente deveria morrer
Saúde
Covid - Prefeitura abre cadastro para vacinação de adolescentes