Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

MP manda prender oito funcionários da Vale

Os detidos são suspeitos de responsabilidade criminal pelo rompimento da barragem em Brumadinho

15 fevereiro 2019 - 10h54Da redação com informações da Agência Brasil

Oito funcionários da mineradora Vale foram presos temporariamente nesta sexta-feira (15) em uma operação deflagrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), com o apoio das polícias civis e militares dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Os alvos dos mandados de prisão cumpridos nesta manhã são suspeitos de responsabilidade criminal pelo rompimento da Barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho. Entre os presos estão quatro gerentes e quatro técnicos diretamente envolvidos na segurança e estabilidade do empreendimento. Todos ficarão detidos por 30 dias e serão ouvidos pelo MPMG em Belo Horizonte. Além dos crimes de homicídio qualificado, eles poderão responder por crimes ambientais e falsidade ideológica.

Estão sendo cumpridos ainda 14 mandados de busca e apreensão nos três estados, incluindo a sede da empresa Vale no Rio. Foram levados pelos agentes computadores e documentos em diferentes endereços.

Também são alvos dos mandados de busca e apreensão quatro funcionários da empresa alemã Tüv Süd, que prestou serviços de estabilização da barragem rompida para a Vale, entre eles, um diretor.

"Os documentos e provas apreendidos serão encaminhados ao MPMG para análise. De acordo com os promotores de Justiça, as medidas estão amparadas em elementos concretos colhidos até o momento nas investigações conduzidas pela força-tarefa e são imprescindíveis para a completa apuração dos fatos", diz a nota do MPMG.

Em nota, a Vale informou que continua colaborando com as autoridades responsáveis pelas investigações. “A Vale permanecerá contribuindo com as investigações para a apuração dos fatos, juntamente com o apoio incondicional às famílias atingidas.”

Há duas semanas, o MPMG, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal conduziram outra ação em decorrência do rompimento da barragem de Brumadinho, que resultou na prisão temporária de três funcionários da Vale responsáveis pelo empreendimento e dois engenheiros terceirizados que atestaram a segurança da barragem. Eles já foram liberados.

Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
PDV pode custar R$ 9 milhões ao estado
Geral
Aeroporto da capital movimentou 595,6 toneladas de produtos no primeiro semestre
Geral
Crea-MS seleciona estagiários para atuação em Campo Grande
Geral
Jovem que trabalhava em cemitério é descoberta e vira modelo de sucesso
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio
Geral
Novas regras do frete mínimo para caminhoneiros já estão em vigor
Geral
Show de Talentos da Maturidade acontece neste domingo no Bosque dos Ipês
Geral
Único apostador ganha prêmio de R$ 21,9 milhões na Mega-Sena
Geral
Anta de 170kg entra em tanque de esgoto
Geral
Entra em fase final de testes maior aeronave militar feita no Brasil

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio