Menu
Menu
Busca terça, 25 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Geral

Para não pagar pensão, ex-goleiro Bruno alega ser sustentado pela atual esposa

A defesa do ex-jogador do Flamengo contesta a indenização de R$ 650 mil ao filho com Eliza Samudio

21 janeiro 2023 - 14h14Brenda Leitte, com G1 Notícias

Para contestar a indenização de mais de R$ 650 mil, a qual o ex-goleiro foi condenado pela Justiça de Mato Grosso do Sul a pagar ao filho com Eliza Samudio, a defesa do ex-atleta alega que a esposa dele, Ingrid Calheiros, é quem sustenta a família.

Ao g1, o advogado de Bruno, Wilton Edgar Acosta afirma que o ex-goleiro, que teve a liberdade condicional concedida pela Justiça do Rio de Janeiro, não tem emprego fixo.

“As alegações do Bruno são de que a situação financeira é muito diferente daquela que existia antes dos fatos que levaram ele à prisão, então a situação dele hoje é completamente diferente. Ele perdeu patrimônio devido a toda essa situação”, afirmou Acosta.

De acordo com a defesa, com a progressão de regime, Bruno está morando no Rio de Janeiro e morando com a esposa e os filhos. “A atual esposa dele está mantendo a família, o sustento da família. Por enquanto, ele tem se sustentado com isso, com a ajuda dela, mas ele está buscando trabalho, ele tem uma profissão, ele quer exercer a atividade de jogador de futebol e nessa área ele está buscando trabalho”, disse o advogado.

Para a concessão da condicional, a juíza Ana Paula Abreu Filgueiras, da Vara de Execuções Penais afirmou que Bruno preenche os requisitos desde abril de 2022. “O apenado [Bruno] desempenhou atividades laborativas após a concessão da progressão de regime e cumpriu regularmente as condições da prisão domiciliar”, completou a magistrada.

Loja de açaí fechada e pensão atrasada

Em fevereiro de 2022, Bruno inaugurou uma loja de açaí, na cidade de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio. Segundo o advogado do ex-goleiro, o estabelecimento durou pouco tempo. “Ele tinha acabado de se estabelecer e teve que fechar as portas”, afirmou Acosta.

De acordo com a defesa, parte do dinheiro da venda do comércio foi utilizada para o pagamento de cerca de R$ 100 mil referente a pensões atrasadas de Bruninho, que mora em Campo Grande, com a avó materna. O ex-goleiro também arrecadou dinheiro na internet.

"Ele fez uma campanha de doação com simpatizantes e arrecadou o dinheiro para poder realizar o pagamento e não ir preso por conta desses pagamentos”, relatou o advogado.

Bruno atendeu servindo lanches na loja de açaí no interior do RJ - Foto: Arquivo Pessoal

 

Crime chocou o Brasil

Eliza Samudio desapareceu em 2010, e seu corpo nunca foi achado. Ela tinha 25 anos e era mãe do filho recém-nascido do goleiro Bruno. Na época, o jogador era titular do Flamengo e não reconhecia a paternidade. Apenas em 12 de julho de 2012, após sentença publicada pela Justiça do Rio, Bruno se tornou legalmente pai da criança.

Bruno foi condenado pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado de seu filho com a vítima. O goleiro também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu. Após mais de dez anos da morte da filha, Sônia Moura, ainda tem esperanças de achar o corpo da filha.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Eleições 2022
Interior
Justiça Eleitoral determina identificação de perfil que espalha fake news em Amambai
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
Licitação de R$ 7 milhões da prefeitura de Naviraí entra na mira do TCE-MS
Escola em Rio Verde
Geral
De mudança para MS, mãe faz denúncia após não conseguir matricular filha em Rio Verde
Viatura da Polícia Civil com sangue da cadelinha machucada
Cidade
Juíza pede exame de insanidade mental para estuprador de cadela em Campo Grande
Foto: Divulgação
Geral
Centro de Convenções Dr. Günter Hans reabre para eventos em julho
Lei cria Campanha que mobiliza homens pelo fim da violência contra as mulheres
Geral
Lei cria Campanha que mobiliza homens pelo fim da violência contra as mulheres
TJMS mantém condenação de 18 anos para assassino de policial civil na fronteira
Justiça
TJMS mantém condenação de 18 anos para assassino de policial civil na fronteira
Aparecida Graciano de Souza é acusada de homicídio qualificado -
Justiça
TJ nega liberdade a idosa acusada de matar e esquartejar marido em MS
Mandado de prisão contra Maquito é válido até julho de 2063
Justiça
Audiência sobre homicídio de 'Leo' no Nova Lima acontece nesta segunda-feira
Horóscopo do dia - Veja a previsão para o seu signo 24/06/2024
Geral
Horóscopo do dia - Veja a previsão para o seu signo 24/06/2024

Mais Lidas

Cantor Diogo Nogueira
Cultura
MS Ao Vivo: Diogo Nogueira fará show gratuito na Capital no dia 14 de julho
JD1TV - Casal tenta sequestrar criança na Capital: 'ganharia muito dinheiro no exterior'
Polícia
JD1TV - Casal tenta sequestrar criança na Capital: 'ganharia muito dinheiro no exterior'
Avelino Luz,  se jogou dentro do veículo pegando fogo
Polícia
Vídeo - Após ser traído, homem se joga em carro em chamas
"O Máskara" foi encaminhado ao hospital
Cidade
Personagem da Carreta da Alegria erra perfomance e cai da fachada de prédio