Menu
Busca terça, 19 de março de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Procon flagra venda de produtos vencidos no Fort Atacadista

Alguns produtos encontrados estavam impróprios para consumo desde dezembro

10 janeiro 2019 - 09h36Da Redação

Unidade de uma das maiores redes de vendas no atacado de Campo Grande, o Fort Atacadista,  situada na rua  São Borja, Vila Rica, foi autuada na terça-feira (8) por equipe de fiscalização da Superintendência  para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon - MS), órgão  vinculado à Secretaria de Estado de  Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), por cometer várias irregularidades que poderiam causar prejuízos ao consumidor.

Entre elas estão a exposição para venda de produtos com prazo de  validade  expirado, alguns deles desde  dezembro passado, além de ter produtos expostos que, apesar de  ainda estarem em período de validade, apresentavam condições impróprias ao consumo. Em vista disso, foi lavrado auto de infração tendo sido os produtos descartados na presença de representantes da unidade comercial devendo ser arbitrada multa devido aos problemas registrados.

Entre os itens descartados, por término de validade de prazo, vale destacar 80 pacotes entre cookies e mini cookies, 26 embalagens de pães (de forma tradicional, integral e para hamburguer), oito embalagens contendo 96 unidades de iogurte, 12 bandejas de queijo prato pesando aproximadamente 150 gramas cada além de sete embalagens de linguiça bovina com aproximadamente um quilo cada.

Já entre os produtos expostos à venda mas impróprios ao consumo, mesmo dentro do prazo de validade, foram encontrados 21 pacotes de pães de forma entre tradicional, especial e integral com 400 gramas cada. Outra irregularidade constatada foi a presença de produtos que não dispunham de procedência, prazo de validade ou outra informação que pudesse orientar o consumidor.

“Os produtos expostos a venda com prazo vencido podem ser nocivos à saúde do consumidor. Por isso, alertamos às pessoas que, ao adquirir qualquer item em supermercados ou loja atacadista estejam atentas às informações expostas nas embalagens. É importante adquirir, sempre, produtos dentro do prazo de validade. Lembramos, também, que a validade não se limita ao prazo de exposição para venda, mas se estende ao tempo que ficará armazenado em casa”, alerta o superintendente do Procon Estadual, Marcelo Salomão.

Ao JD1 Notícias, a assessoria do estabelecimento informou que a reposição dos produtos expostos e o controle de datas dos itens são feitos pelo pelos promotores de merchandising das indústrias, com a supervisão do atacadista. “Reiteramos que estamos tomando as devidas providências junto à essas indústrias para que isso não aconteça novamente. O Fort Atacadista ressalta seu compromisso de sempre oferecer produtos de qualidade e em boas condições de consumo aos clientes”, respondeu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
PSDB Mulher cobra posição da bancada feminina no Congresso
A presidente de MS é contra o fim das cotas de candidaturas, proposta feita pelo senador Ângelo Coronel (PSD-BA)
Geral
Três vítimas do massacre em Suzano continuam hospitalizadas
Geral
Ex-governador do Paraná, Beto Richa, é preso pela terceira vez
Geral
Mais de três toneladas de materiais são recolhidos em ação contra o aedes
Geral
Estado “bate o martelo” e oito horas volta em 1º de julho
Geral
IEL e Sesi fazem parceria para atender empresa
Geral
PDV chega amanhã à Assembleia; Conheça os detalhes
Geral
Grupo vai às ruas em protesto contra assassinato de mulheres
Geral
Irmã do deputado Barbosinha morre aos 74 anos
Geral
Fazendeiro morre após bater moto contra placa de sinalização

Mais Lidas

Polícia
Mistério: adolescentes desaparecem a caminho da escola
Polícia
Menina de dez anos se mata com arma do pai, em São Paulo
Polícia
Sul-mato-grossense e namorado morrem em acidente em Porto Alegre
Geral
Fazendeiro morre após bater moto contra placa de sinalização