Menu
Busca sábado, 16 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo - Festival America do Sul
Geral

Procon pede para Energisa não cortar energia de inadimplentes

A solicitação do Procon é para os inadimplentes do mês de janeiro

26 janeiro 2019 - 09h17Dá redação com informações da assessoria

A Superintendência Para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-MS) entregou um ofício à Energisa na sexta-feira (25) pedindo para que a empresa não corte o fornecimento de energia elétrica dos consumidores que tiveram aumento no valor da conta em janeiro e não conseguiram pagar.

A concessionária terá 10 dias corridos para responder ao requerimento. O assunto foi tratado em reunião na Câmara Municipal de Campo Grande, com a presença do secretário especial e chefe de gabinete Carlos Alberto de Assis e do superintendente do Procon/MS, Marcelo Salomão.

A Energisa ocupa a primeira posição no número de reclamações em Mato Grosso do Sul. “Recebemos quase 2 mil reclamações contra a empresa em Mato Grosso do Sul nos últimos 10 dias”, contou o superintendente do Procon-MS. A maior parte das reclamações se deve ao aumento no valor das contas de energia elétrica. Outras são com relação a falta de ressarcimento por danos elétricos e a não religação do fornecimento no prazo de 24 horas.

Representado o governador Reinaldo Azambuja, Carlos Alberto de Assis explicou que o Procon e o Inmetro, que são órgãos fiscalizadores do estado, estão à disposição para defender a população de abusos, lembrou que não houve reajuste que justificasse os aumentos e que a concessão da energia é de âmbito federal.

“Eu estou aqui, a pedido do governador, para colocar o estado à disposição para que a gente possa resolver esse impasse e chegar a um bom termo. Não vou aqui achar que a Energisa agiu de má-fé. Existe um problema e esse problema tem que ser resolvido e rápido. Se não houve aumento de consumo, como várias pessoas têm dito, não houve aumento da tarifa, e mesmo assim o resultado final foi a conta para o contribuinte com aumento, por que isso aconteceu? É problema no medidor? O Procon e o Inmetro estão à disposição para resolver rapidamente este problema. O problema existe e é grave”, disse.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Um morre e dois ficam presos às ferragens em acidente na BR-267
Geral
Chuvas deixam mais de 600 pessoas desabrigadas
Geral
Ex-piloto da Stock Car, Tuka segue está em estado grave após acidente aéreo
Geral
Mega-Sena pode pagar R$ 10,5 mi neste sábado
Geral
Começa o período de defeso para algumas espécies de peixe
Geral
"Nova etapa de evolução política" Mourão exalta 130 anos da República
Geral
Sábado começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital
Geral
Prefeitura lamenta ocorrido e esclarece motivo de atraso do Morenão
Geral
Vai viajar no feriado? Aeroporto da capital opera sem atrasos e cancelamentos
Geral
Ex-prefeito de Dois Irmãos, "Cascão", morre aos 87 anos

Mais Lidas

Polícia
Guarda Municipal é preso viajando com 40 quilos de cocaína
Cidade
"Direito de ir e vir" diz guarda sobre uso de spray de pimenta em protesto
Esportes
Vídeo - veja como foi o resgate de Pedro Scooby após acidente no mar
Polícia
Bebê de 1 ano cai em vasilha de comida de porcos e morre afogada