Menu
Busca domingo, 21 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Tenente-coronel e policial municipal brigam em confusão por bicicleta roubada

Essa é a segunda ocorrência envolvendo o tenente e membros da Polícia Municipal

04 fevereiro 2019 - 14h48Da redação

Ocorrências e divergências entre alguns integrantes Polícia Militar e Polícia Municipal, terminaram em confusão e registros de ocorrências nos últimos dias em Campo Grande. O tenente-coronel da PM identificado como Claudemir de Melo Domingos e o soldado da Polícia Municipal Maiso Marques Farias, brigaram e foram parar na delegacia neste domingo (3). O fato ocorreu após o tenente-coronel encontrar uma bicicleta que havia sido roubada do seu filho na sexta-feira (1) na Base Operacional da Polícia Municipal, localizada no bairro Estrela do Sul.

O tenente-coronel Claudemir acusava o policial municipal de tentar se apropriar do bem. As informações constam que a bicicleta teria sido roubada do filho do tenente-coronel na sexta-feira no Parque dos Poderes. Posteriormente, uma equipe da Polícia Municipal teria abordado um adolescente no bairro Nova Lima e apreendido a bicicleta suspeita de furto, levando-a  para o pátio da Base Operacional da Polícia Municipal. 

A confusão teve início quando a mãe do tal adolescente abordado procurou a delegacia no final de semana e registrou ocorrência de abuso de poder contra a Polícia Municipal; apontando integrantes da Base como os autores.

Nisso, o tenente-coronel que já estaria procurando a bicicleta do filho, teria ligado e tido a confirmação de que o objeto estava apreendido no local. Ele foi até lá acompanhado de uma guarnição da Polícia Militar e questionou a demora da equipe em levar a bicicleta até a Delegacia de Polícia. 

O policial municipal  Maiso, que registrou ocorrência como vítima se deslocou até a base para conversar com o PM. Ao chegar ao local, o tenente-coronel Domingos teria alegado que o mesmo tinha a intenção de se apropriar do bem e deu voz de prisão a ele e, conforme o registro, teria até colocado a mão na cintura fazendo menção em sacar a arma de fogo.

A ocorrência policial ainda diz que o tenente-coronel Claudemir pegou o policial municipal pelo braço e depois disso a guarnição da Polícia Militar e Municipal decidiram encaminhar todos até a 2ª Delegacia de Polícia Civil.

O policial municipal foi sem algemas e sentado no banco de traz da viatura da PM e segundo ele, o tenente-coronel permaneceu o tempo todo empunhando a arma de fogo.

Na Delegacia, os policiais municipais da base teriam entrado em conflito nos depoimentos e um boletim de ocorrência por prevaricação, que consiste em retardar, deixar de praticar ou praticar indevidamente ato de ofício, foi registrado.


Versão da Polícia Municipal

Em coletiva de imprensa o secretário de Segurança Municipal Valério Azambuja, disse que existe uma briga entre as forças policiais devido a mudança de nomenclatura ocorrida o ano passado. A antiga Guarda Municipal passou a se chamar Polícia Municipal e muitos servidores do poder estadual não concordam com isso, inclusive o tenente-coronel, diz o secretário.

Ele afirmou ainda que, se houve abuso da Polícia Municipal na abordagem ao menor, a ocorrência será encaminhada a corregedoria. Sobre a ocorrência entre o oficial da PM e o policial municipal ele desaprova. “É inadmissível que tenhamos esse tipo de problema, já que as esferas Estadual e Municipal devem andar em harmonia, tivemos esse caso isolado, desse tenente-coronel da PM que invadiu um prédio municipal, quero deixar claro que o relacionamento entre as forças é excelente”.

Agora o Ministério Público Estadual (MPE), deve investigar a conduta, a Corregedoria da Polícia Municipal deve fazer averiguações sobre o procedimento do policial  municipal, e a Polícia Militar verificar a postura do tenente- coronel, pontuou o secretário.

Para Valério Azambuja, não era de ofício do tenente-coronel ir até a base e tentar prender o policial. Sobre supostas mensagens do mesmo ameaçando o policial municipal, ele diz que isso não deve ocorrer.

Ele ainda explicou que o procedimento da Polícia Municipal foi correto e que não houve demora. “Pelo o que me chegou até momento à abordagem foi na sexta, e os adolescentes evadiram deixando as bicicletas, como a Defurv não funciona no sábado e domingo, eles fariam o termo de entrega na Delegacia na segunda-feira, e não cabe ao policial militar invadir órgão municipal”.


Boletim de Ameaça

No dia 8 de janeiro deste ano, o policial municipal Aveladio Alberto Espinoza, 49 anos, registrou uma ocorrência de ameaça contra o tenente-coronel citado na reportagem acima. Conforme o boletim, os dois envolvidos participam de um grupo de whatsapp e servidores da segurança pública discutiram a respeito da nomenclatura da antiga guarda.

O tenente-coronel teria se ofendido e mandado mensagens de áudio contendo ameaças para a vítima, que registrou o ato e se comprometeu a levar a mídia até a delegacia. 

Coincidência ou não, o fato é que o mesmo tenente-coronel e integrantes da polícia municipal se envolveram novamente em um "caso de polícia".

Em contato com o Comandante Geral da PM Coronel Waldir Ribeiro Acosta, foi dito que os procedimentos legais em relação à ocorrência foram efetuados e no momento se encontram sob poder da polícia civil. Em relação às possíveis brigas entre integrantes das forças de segurança, ele disse que somente a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), pode responder.

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Páscoa pode ser farta até para quem tem restrições alimentares
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS
Geral
Feriado de Páscoa requer atenção redobrada nas estradas
Geral
Simpósio sobre segurança pública acontece na segunda-feira, na capital
Geral
CCR-MSVia é notificada por falta de guichês de atendimento e troco para usuário
Geral
Sindivarejo realiza treinamento para gestão de e-social em maio
Geral
Sete em cada dez internautas pretendem comprar chocolate na Páscoa
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Geral
Unesul, São Luiz e Eucatur são autuadas por não concederem gratuidade a idosos
Geral
Ministério divulga regras para policiamento comunitário

Mais Lidas

Polícia
Homem tem mãos decepadas, na fronteira
Polícia
Ex-radialista é morta com 24 facadas pelo sobrinho
Geral
Meningite mata jornalista conhecido em MS
Polícia
De "braços abertos", indígena é atropelada em rodovia