Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Internacional

Em alerta, Itália fecha lojas e bares para conter novo coronavírus

Apenas serviços essenciais ficarão abertos, afirmou o primeiro-ministro Giuseppe Conte

12 março 2020 - 08h51Priscilla Porangaba, com informações do Estadão

A Itália terá novas medidas para conter o novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro Giuseppe Conte nessa quarta-feira (11). Entre elas, estão o fechamento de serviços considerados não essenciais.

O governo italiano estabeleceu as seguintes medidas, que entram em vigor nesta quinta (12) até 25 de março:

  • Todo o comércio, exceto farmácias e mercados que vendem alimentos, deve ficar fechado.
  • Estabelecimentos que não puderem garantir um metro de distância entre clientes não poderão abrir.
  • Com isso, bares e salões de beleza ficarão fechados.
  • Entregas de refeições em domicílio estão mantidas, desde que passem por regras sanitárias muito rígidas.
  • Os serviços de transporte continuam em funcionamento, assim como bancos, correios e seguradoras.
  • Fábricas podem funcionar, desde que garantam condições de segurança. Setor agropecuário manterá atividades.

Conte afirmou, ainda, que os italianos não precisarão correr aos supermercados para comprar alimentos — estabelecimentos do tipo continuarão abertos. Imagens de prateleiras vazias foram vistas na Itália e em outros países em meio à crise gerada pelo novo coronavírus.

Nesta terça-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia de novo coronavírus. Segundo o órgão, o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas. Apesar disso, os diretores ressaltaram que a declaração não muda as orientações, e que os governos devem manter o foco na contenção da circulação do vírus.

As novas medidas foram anunciadas dois dias depois de o governo da Itália estabelecer restrições à circulação em todo o país.

Ao anunciar as medidas, Conte afirmou que os efeitos das medidas de contenção devem aparecer nas próximas duas semanas. O premiê italiano ressaltou que o aumento no total de casos não necessariamente levará a tomada de decisões ainda mais duras.

Até a última atualização desta reportagem, a Itália tinha 12.462 casos confirmados de Covid-19, a doença do novo coronavírus. 827 pessoas morreram.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Boris Johnson segue na UTI, mas sem uso de respirador
Internacional
Com menos casos de covid-19, China começa a voltar ao normal
Internacional
Coronavírus: China registra primeiro dia sem mortes
Internacional
Ator Jay Banedict é mais uma vítima fatal do coronavírus
Internacional
Primeiro-ministro da Irlanda volta à medicina para atuar na pandemia
Internacional
EUA são acusados de desviar equipamentos que iriam para Brasil, Alemanha e França
Internacional
Repatriados: Brasileiros vindos da Bolívia chegam a Corumbá
Geral
Mistura de arroz com feijão na mesa dos brasileiros cai 40% em 15 anos
Internacional
Cientista alemão afirma que coronavírus não passa por objetos
Internacional
Cidade da China proíbe população de comer carne de gatos e cachorros

Mais Lidas

Cidade
Com regras de higiene e distanciamento, feiras voltam a funcionar na capital
Internacional
Boris Johnson segue na UTI, mas sem uso de respirador
Polícia
Homem é preso transportando 450 mil maços de cigarros contrabandeados
Saúde
MS receberá cloroquina para 12 municípios