Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Internacional

Em Davos, Bolsonaro diz que tem o compromisso de "mudar a história"

O presidente brasileiro fez sua estreia internacional no Fórum Econômico Mundial

22 janeiro 2019 - 13h34Da redação com informações da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro fez nesta terça-feira (22) sua estreia internacional, ao discursar por seis minutos e 36 segundos na abertura do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Ele reiterou que o Brasil vive um novo momento sem nortear suas escolhas em viés ideológico, com respeito a valores e em defesa da abertura do mercado econômico. “Tenho o compromisso de mudar a nossa história”, afirmou.

No discurso, o presidente destacou a importância de o mundo acreditar no Brasil. Ele não mencionou reformas, mas afirmou que vai reduzir tributos no país. Bolsonaro reiterou a determinação de avançar economicamente.

Ele defendeu a reforma da Organização Mundial do Comércio (OMC), sem entrar em detalhes, mas destacando a necessidade de aumentar as trocas internacionais. Acrescentou que o esforço do governo federal será para colocar o Brasil entre os 50 melhores países para fazer negócios.

O presidente reiterou que vai se empenhar para reduzir a pobreza e a miséria no Brasil por meio da educação. Segundo ele, outro esforço é para combater a corrupção e aumentar a segurança pública. Bolsonaro convidou os presentes para que visitem o Brasil. “Estamos de braços abertos”, disse. “Quero um mundo de paz, democracia e liberdade.”

Ele reafirmou sua determinação de manter a harmonia entre o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente e a biodiversidade. “Nossa missão é avançar na compatibilização da preservação” e do “desenvolvimento”. “Queremos que o mundo restabeleça a confiança em nós.”

O presidente lembrou como foi sua campanha eleitoral, gastando pouco, com tempo reduzido de televisão e “sendo atacado”. Destacou que "montou uma equipe” sem ingerências político-partidárias. No discurso, citou os nomes dos ministros Sergio Moro (Justiça), Paulo Guedes (Economia) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Vídeo: Senador dos EUA acusa brasileiros ricos de imigrar para “tirar vantagem” do país
Internacional
Vaticano não pode ser processado em casos de abusos, decide Tribunal Europeu
Internacional
Seis suspeitos por chacina na fronteira são presos pela polícia
Internacional
Vídeo: filha do governador de Amambay e mais três são executados na fronteira
Internacional
EUA aceitarão Coronavac e vacinas da OMS
Internacional
Acordo entre Brasil e Argentina visa cortar Tarifa do Mercosul em 10%
Internacional
Inglaterra tira Brasil da “lista vermelha”
Internacional
Ilumina Pantanal: Projeto é finalista em prêmio internacional de inovação
Internacional
Vídeo: Tempos modernos, mulher conta que divide marido com mãe e irmã
Internacional
Facebook diz que 'falha interna' derrubou redes e descarta ataque hacker

Mais Lidas

Cidade
Naufrágio: Sobe para seis o número de corpos encontrados no rio Paraguai
Cidade
JD1 TV: O dia mais atribulado da história
Polícia
Vídeo: Assaltantes "levam bala" de vítima ao tentarem roubar carro
Cidade
"40% da cidade já foi recuperada", diz Marquinhos