Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS outubro20
Internacional

Irã admite abate de avião ucraniano com míssil e reconhece erro

No Twitter, presidente citou resultado de inquérito das forças armadas

11 janeiro 2020 - 11h12Priscilla Porangaba, com informações da Agência Brasil

O Irã admitiu na madrugada deste sábado (11) ter derrubado por engano um avião ucraniano na última quarta-feira. A aeronave levava 176 pessoas de sete nacionalidades que não sobreviveram. A informação é do jornal New York Times.

Segundo o governo iraniano, o ataque 'não foi intencional' e teria sido causado por 'erro humano'. A aeronave teria se aproximado de uma base da Guarda Revolucionária Iraniana.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, em sua conta no Twitter comentou a recente revelação. 'Um erro humano provocado pela ação aventureira dos Estados Unidos levou ao desastre. Lamentamos profundamente. Desculpas e condolências ao nosso povo, às famílias de todas as vítimas e outrtas nações afetadas', disse.

O voo saiu do aeroporto de Teerã e tinha como destino Kiev, capital da Ucrânia. A aeronave deixou de transmitir sinal minutos depois da decolagem e caiu. O acidente ocorreu pouco depois que o Irã disparou mísseis em duas bases dos Estados Unidos no Iraque.

O avião tinha 176 passageiros, sendo 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suíços, 7 afegãos e 3 alemães, além de 9 membros da tripulação. Todos morreram.

Pressão internacional

O ministro das Relações Exteriores do Canadá, François-Philippe Champagne, anunciou nesta sexta-feira (10) a criação de um grupo internacional de trabalho para pressionar o governo do Irã a fazer uma investigação completa sobre a queda do Boeing 737-800 da Ukrainian Airlines.

Na quinta-feira, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse que indícios apresentados pelo serviço de inteligência de seu país mostravam que a aeronave teria sido abatida por um míssil terra-ar da defesa antiaérea iraniana.

O governo do presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira (10) novas sanções contra o Irã depois do ataque a duas bases militares norte-americanas no Iraque na última terça.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, disseram que as sanções vão atingir oficiais sêniores do Irã, empresas de aço, ferro e cobre.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional
Nelsinho acredita em liberdade a brasileiro preso na Rússia
Internacional
Vídeo: Homem faz live antes de se envolver em acidente enquanto dirigia alcoolizado
Internacional
Galo "armado" mata policial que estava em operação contra rinhas
Internacional
Ataque terrorista em igreja deixa três mortos na França
Internacional
Vídeo: mulher se recusa a usar máscara em avião e inicia brigada generalizada
Internacional
Bebê espanhol nasce com anticorpos contra o coronavírus
Internacional
Modelo é encontrada morta e com o polegar arrancado
Internacional
Vídeo: Ameaça de bomba faz Arco do Triunfo, em Paris ser evacuado
Internacional
NASA revela ter encontrado água em estado líquido na superfície da Lua
Internacional
Com dólar a R$5.95, Shopping China tem sábado lotado

Mais Lidas

Política
"Ele fechou a mão duas vezes para me bater", diz candidata sobre Kemp
Polícia
'Benzedeira' faz extorsão e ameaça vítima de morte dizendo ser do PCC
Polícia
PRF intensifica fiscalização nas BR's de MS no feriadão de Finados
Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente