Menu
Menu
Busca sexta, 12 de abril de 2024
Justiça

AGORA: Ronnie Lessa fica no Presídio Federal de Campo Grande por mais um ano

Em nova decisão, o corregedor da penitenciária e juiz federal, Luiz Iamassaki, autorizou a renovação do prazo de permanência do preso até 21 de março de 2025 na Capital

03 abril 2024 - 17h09Brenda Assis     atualizado em 03/04/2024 às 17h14

Após dias de impasse, o juiz federal Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, acolheu decisão da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital – Rio de Janeiro (RJ), autorizando desta forma a renovação do prazo de permanência de Ronnie Lessa, assassino confesso da vereadora Marielle Franco no ano de 2018, em Campo Grande.

Ainda hoje (3), o JD1 Notícias divulgou a informação a respeito do ordenamento para que Lessa fosse transferido de volta para o Rio de Janeiro em um prazo máximo de 30 dias. Isso porque o seu tempo na Penitenciária Federal de Campo Grande (PFCG), havia ‘expirado’ no dia 21 de março de 2024.

Porém, em uma nova decisão, o corregedor da PFCG e juiz federal, Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, acolheu decisão da 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital – Rio de Janeiro (RJ), e autorizou a renovação do prazo de permanência do preso Ronnie Lessa, pelo prazo de um ano em Campo Grande.

Por conta desta renovação, o prazo prorrogado até o dia 21 de março de 2025.

O caso - De acordo com as acusações, Lessa teria disparado contra Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes. Ele está encarcerado desde 2019 e, após fechar um acordo de delação, forneceu informações que foram fundamentais para as investigações que levaram à prisão dos irmãos Domingos e Chiquinho Brazão, além do delegado Rivaldo Barbosa. Esses três indivíduos são suspeitos de serem os mandantes do crime.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defensores públicos veem iniciativa de Aras como uma ameaça ao acesso à Justiça para as pessoas pobres e vulneráveis
Justiça
PGR defende que STF derrube o marco temporal
Eduardo Cunha
Justiça
Em entrevista, Eduardo Cunha diz acreditar na inocência de Chiquinho Brazão
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Justiça
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Justiça
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Divulgação -
Justiça
TJMS lança aplicativo "e-Mandado" para aprimorar o cumprimento de mandados judiciais
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
TCE-MS aplica multa a secretário de educação por falhas na gestão de fundo educacional
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Justiça
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Imagem Ilustrativa
Justiça
União deve indenizar vítimas de operações policiais, determina STF
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Prisão de Claudinho Serra é defendida por juiz de Sidrolândia em manifestação ao TJMS
Edson Giroto
Justiça
Justiça procura Giroto para responder ação por enriquecimento ilícito

Mais Lidas

JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Polícia
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Acidente congestionou rodovia
Polícia
AGORA: Grave acidente deixa pessoas mortas na BR-163, próximo a Anhanduí
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Geral
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas