Menu
Busca terça, 02 de junho de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Juíza Jacqueline representa MS em encontro sobre as mulheres

O evento também apresentou o resultado da 13ª semana da Justiça pela Paz em Casa

16 maio 2019 - 18h51Matheus Henrique, com informações do TJ-MS

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sediou, na quarta-feira (15), o 2º Encontro das Coordenadorias Estaduais da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, em Brasília. Representando a Justiça de Mato Grosso do Sul, estava a juíza Jacqueline Machado, que responde pela Coordenadoria da Mulher do estado.

No encontro foi apresentado o resultado da 13ª semana da Justiça pela Paz em Casa e o Tribunal de Justiça de MS obteve destaque com o segundo lugar em sentenças de mérito na mobilização no período de 11 a 15 de março.

Jacqueline Machado considerou importante o evento, que desenvolveu o questionário de avaliação de risco da mulher em situação de violência. “O questionário servirá para embasar as decisões de medidas protetivas de urgência. Na Casa da Mulher de Campo Grande já é utilizado um questionário semelhante, que auxilia muito o trabalho do magistrado. Foram também apresentados os resultados da 13ª semana da Justiça pela Paz em Casa e o TJMS conquistou o segundo lugar em sentenças de mérito”.

À noite, a juíza representou o estado na abertura do curso "A Mulher Juíza, Desafios da Carreira e Atuação pela Igualdade de Gênero". O curso, com o apoio do CNJ, é uma iniciativa da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

Segundo levantamento feito em 2018 pelo CNJ, a participação das mulheres no Judiciário ainda é menor que a de homens: 37% mulheres e 63% homens. A pesquisa revelou, também, que as mulheres ainda progridem menos na carreira jurídica em comparação aos homens.

“As mulheres representam mais da metade da população brasileira, no entanto a magistratura brasileira é majoritariamente masculina e branca. Grata por este dia e por ouvir mulheres que abriram caminhos”, concluiu a juíza Jacqueline.

Além de Jacqueline, participam as juízas Helena Alice Machado Coelho, Samantha Ferreira Barione, Mariana Rezende Ferreira Yoshida, Carolinne Vahia Concy, Luíza Vieira Sá de Figueiredo e a desembargadora aposentada Maria Isabel de Matos Rocha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Justiça obriga empresa a pagar r$ 2 mil à aluno que não recebeu aulas do curso
Justiça
Comitê atua por melhorias na justiça de primeiro grau
Justiça
Ary Raghiant Neto será empossado Vice-Presidente do Conselho de Colégios da OAB do Mercosul
Justiça
Marelli prostesta título quitado e deve pagar R$ 10 mil por danos morais a cliente
Justiça
PF mira Roberto Jefferson, blogueiro, deputado de SP e empresário Luciano Hang
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Justiça
Ladário: Justiça suspende decreto que previa orações para conter pandemia
Justiça
Ao vivo: JD1 entrevista o novo Procurador-Geral de MS, Alexandre Magno
Justiça
CPI acusa Energisa de alterar resolução da Aneel para barrar perícia
Justiça
Assembleia fechará semestre em home office

Mais Lidas

Polícia
Família busca por homem que desapareceu no Rita Vieira
Brasil
Mandetta quer mudar ou sair de "quarentena"
Cidade
Grupo antifascista organiza protesto em Campo Grande
Geral
Mapa do Feminicídio é lançado nesta segunda e mostra dados alarmantes