Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

No TJ, Reinaldo defende nova estratégia para presídios

Membros do CNJ estão na capital para a implantação do programa "Justiça Presente"

29 abril 2019 - 09h38Joilson Francelino

O governador Reinaldo Azambuja afirmou agora há pouco, no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), que uma das melhores alternativas para a questão prisional seria o “aumento do tamanho das celas”, e não construírem novos presídios.

A fala de Azambuja se deu em solenidade onde o presidente do TJ-MS, Paschoal Leandro, recebe o secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Carlos Vieira Von Adamek, e o juiz auxiliar da Presidência do CNJ, Luís Geraldo Santana Lanfredi, que estão em Campo Grande para implantar o programa "Justiça Presente".

Reinaldo diz que existem recursos parados em contas de programas específicos para isso. O governador de MS pediu para os membros do CNJ apoio para uma força tarefa, que poderia desbloquear recursos e financiar uma nova estratégia para se criar vagas nos presídios, sem construir novas unidades. “Custam muito caro os presídios novos”, disse Reinaldo.

Programa Justiça Presente

O programa "Justiça Presente" foi criado para o fortalecimento de uma política para o sistema penitenciário. Os magistrados do CNJ apresentam os quatro eixos do programa que abordará os seguintes temas: reintegração social; monitoramento eletrônico e políticas de alternativas penais; além de políticas de cidadania e alternativas para se evitar o super-encarceramento.

Para melhor assimilação das atividades pelos atores locais, o programa foi dividido em três fases de implantação, que teve início em março, continuam em junho e julho de 2019 e se prolongarão até o encerramento do programa, previsto para julho de 2021.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Sob ameaça de greve, TJ decide que escolas devem abrir com parte de efetivo
Justiça
Depois de ofender Reinaldo, internauta é condenado
Justiça
STF derruba foro privilegiado de autoridades estaduais do Maranhão
Justiça
Juíza Jacqueline representa MS em encontro sobre as mulheres
Justiça
Justiça absolve Nelsinho no caso Omep - Seleta
Justiça
Audiência deve "abrir espaço para cobrança mais justa", diz Anoreg
Justiça
TSE arquiva investigação contra Haddad
Justiça
TJ-MS debate nova tabela de emolumentos
Justiça
Temer deve se apresentar a PF nesta quinta-feira
Justiça
OAB/MS quer mais faixas de cobrança nos cartórios

Mais Lidas

Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja
Polícia
Guarda municipal responsável pelo transporte de arsenal é preso
Geral
Motociclista morre em acidente na BR-163