Menu
Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2024
TJMS Maio24
Justiça

Polícia Civil conclui investigação de crime que matou dois adolescentes em Campo Grande

Conclusão ocorreu após 10 dias do crime; relatório policial aponta os envolvidos na prática criminosa e foi encaminhado à Justiça

15 maio 2024 - 12h11Vinícius Santos

A Polícia Civil, através da 5ª Delegacia sob o comando do delegado Leandro Costa de Lacerda Azevedo, concluiu a investigação do atentado a tiros que resultou na morte de Aysla Carolina de Oliveira Neitzke e Silas Ortiz, ambos de 13 anos, no Jardim das Hortências, em Campo Grande, durante a noite de 05 de maio deste ano. O alvo do ataque, Pedro Henrique Silva Rodrigues, foi ferido na perna e sobreviveu.

O relatório da investigação foi enviado à Justiça na última segunda-feira (13), 10 dias após os assassinatos que chocaram a cidade. Após o crime, equipes do Batalhão de Polícia Militar de Choque, com apoio da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), do GOI (Grupo de Operações e Investigações) e do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), realizaram diligências e levantamentos investigativos que levaram à prisão dos envolvidos.

Foram indiciados pela prática criminosa Nicollas Inácio Souza da Silva (piloto da moto usada no crime), Kleverton Bibiano Apolinário, conhecido como ‘Pato Donald’ (presidiário apontado como mandante do crime e fornecedor da arma utilizada), George Edilton Dantas Gomes (motorista de aplicativo suspeito de envolvimento no transporte dos envolvidos), Rafael Mendes de Souza, 18 anos, conhecido como “Jacaré” (dono da casa onde foi planejado o crime) e João Vitor de Souza Mendes, 19 anos, responsável pelos disparos que resultaram nas mortes.

O relatório conclui que, após apuração dos fatos, identificação da autoria e comprovação da materialidade delitiva, bem como das circunstâncias do ocorrido, a atividade da Polícia Judiciária foi encerrada. O Ministério Público de Mato Grosso do Sul deve formalizar denúncia contra os envolvidos que permanecem presos.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Urna eleitoral eletrônica
Justiça
Concluído: testes em urnas eletrônicas reiteram que sistema de votação é seguro
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cristiano Zanin
Justiça
Zanin suspende por 60 dias decisão de reoneração da folha de pagamentos
Prédio do Fórum de Campo Grande passa por reformas e contará com novo monumento
Justiça
Concurso escolherá monumento do Fórum da Capital
STF; justiça
Justiça
STF julga assédio judicial contra jornalistas
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Justiça
STJ decide que demora em fila de banco não gera dano moral presumido
Imagem: Arquivo/
Justiça
MPMS se posiciona contra anulação de acordo para desmatamento no Parque dos Poderes
Tiago Vargas e Lívio Viana Leite -
Justiça
Tiago Vargas é condenado por coação contra médico da Ageprev
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Justiça
TSE começa a julgar recursos para cassação de Moro
Treta no estabelecimento terminou com um homem ferido e um PM preso
Justiça
PM que atirou em homem em bar na Capital tem acusação 'aliviada' pelo MPMS
A condenação se deu por lesão corporal leve e injúria estando em serviço
Justiça
Juiz manda prender homem acusado de matar mulher queimada em MS

Mais Lidas

Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Política
Recurso financeiro "deixou de ser problema", diz Puccinelli sobre campanha
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Polícia
Sem vergonha, homem se esfrega em mulher durante show evangélico; vídeo
Ele estava levando um passageiro quando o acidente aconteceu; os dois foram socorridos pelo SAMU
Polícia
JD1TV AGORA: Motoqueiro de aplicativo acerta árvore em rua do Centenário
Baderneiro morre ao ser baleado por sargento da PM a paisana na Lord Pub
Polícia
Baderneiro morre ao ser baleado por sargento da PM a paisana na Lord Pub