Menu
Menu
Busca domingo, 03 de março de 2024
Justiça

STF nega recurso e mantém "Jamilzinho" condenado pela morte de estudante em Campo Grande

Primeira Turma, negou o recurso de Jamil Name Filho, mantendo sua condenação pelo assassinato do estudante Matheus Coutinho Xavier

29 novembro 2023 - 10h05Vinícius Santos     atualizado em 29/11/2023 às 10h12

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da Primeira Turma, decidiu por unanimidade negar provimento a um recurso (recurso extraordinário) interposto pela defesa de Jamil Name Filho, também conhecido como "Jamilzinho," "Bob," ou "Guri," em sua tentativa de 'escapar' da condenação pelo assassinato do estudante Matheus Coutinho Xavier, ocorrido em Campo Grande.

O relator do recurso foi o Ministro Alexandre de Moraes. A defesa solicitava a anulação do processo a partir da fase de apresentação de memoriais, além do desentranhamento de todas as provas obtidas a partir de "conversa informal" constante em um acórdão e no relatório de inteligência policial.

Alegando violações ao devido processo legal, contraditório e ampla defesa, a defesa de Jamil Name Filho sustentou a nulidade da sentença de pronúncia que levou ao júri popular. Argumentou que o Tribunal de origem, a Justiça de Mato Grosso do Sul, desconsiderou o pedido de apresentação de alegações finais suscitadas pela defesa.

O Ministro relator concluiu sua decisão afirmando, com base no art. 21, § 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, que negava seguimento aos agravos em recursos extraordinários. 

Com isso, a decisão mantém a condenação de 23 anos e seis meses para Jamil Name Filho no caso do assassinato de Matheus Coutinho Xavier.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF irá retomar na próxima semana julgamento sobre porte de drogas
Justiça
STF irá retomar na próxima semana julgamento sobre porte de drogas
Meta
Justiça
Justiça dá prazo de 30 dias para Meta, dona do Facebook, mudar de nome no Brasil
MP espanhol vai recorrer para aumentar pena de Daniel Alves por estupro, diz agência
Justiça
MP espanhol vai recorrer para aumentar pena de Daniel Alves por estupro, diz agência
Banco é responsável por transações após roubo de celular, decide STJ
Justiça
Banco é responsável por transações após roubo de celular, decide STJ
Estudantes de direito podem se inscrever para estágio em Fórum de Corumbá
Justiça
Estudantes de direito podem se inscrever para estágio em Fórum de Corumbá
Eleições 2024: Eleitores têm até 8 de maio para regularização com a Justiça Eleitoral
Brasil
Eleições 2024: Eleitores têm até 8 de maio para regularização com a Justiça Eleitoral
Foto: Divulgação/DPERGN
Justiça
Defensoria levará Van dos Direitos em ação em Paranhos
Fachada do Hospital - Foto:
Justiça
MPMS investiga hospital de câncer por carência de especialistas em cabeça e pescoço
Dino segue Moraes e vota a favor da condenação de 15 réus do 8 de janeiro
Justiça
Dino segue Moraes e vota a favor da condenação de 15 réus do 8 de janeiro
Defensoria Pública da União (DPU) -
Justiça
Defensoria Pública da União nega integrar grupo para criar cadeia para indígenas em MS

Mais Lidas

Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Geral
Aposentado viaja de motor home com a esposa e já percorreu mais de 120 mil km
Rapaz não teve tempo de ser socorrido
Polícia
JD1TV AGORA: Rapaz é assassinado com vários tiros no Aero Rancho
Patrick foi atingido com três disparos
Polícia
Jovem foi assassinado por dupla em motocicleta no Aero Rancho
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro
Polícia
AGORA: Homem é baleado e dirige até a UPA Coronel Antonino para pedir socorro