Menu
Menu
Busca sábado, 13 de abril de 2024
Justiça

TRE manda fazer recontagem que deve colocar Duarte na Assembleia

Paulo Duarte obteve 16.663 votos em 2022, está prestes a ocupar a vaga na ALEMS, para seu quarto mandato

27 fevereiro 2024 - 20h35Vinícius Santos     atualizado em 27/02/2024 às 20h37

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) vai recontar os votos da eleição de 2022 para a Assembleia Legislativa do Estado (ALEMS), por ordem do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes. 

A solicitação partiu do ex-prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Duarte é suplente da vaga a ser deixada por Rafael Tavares, cassado devido a uma condenação do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB/MS), por fraude eleitoral relacionada à falta de cumprimento da cota de gênero nas eleições de 2022.

A decisão de anular os votos do PRTB/MS, ao qual Rafael Tavares pertence, foi confirmada em todas as instâncias da Justiça Eleitoral. Paulo Duarte solicitou ao TSE a imediata execução da cassação, e o ministro Alexandre de Moraes encaminhou uma notificação ao TRE-MS. 

O presidente do TRE-MS, Desembargador Paschoal Carmello Leandro, determinou a recontagem dos quocientes eleitoral e partidário, com a retotalização das respectivas vagas. Um novo relatório "Resultado da Totalização - Eleições Gerais Estaduais 2022" será emitido e ficará disponível no processo de apuração.

O próximo passo previsto é a publicação de um edital pelo TRE-MS para a diplomação de Paulo Duarte, que obteve 16.663 votos nas eleições de 2022. Ele deverá assumir a vaga na ALEMS, ocupando o cargo de deputado estadual pela quarta vez.

O presidente da ALEMS, Gerson Claro, aguarda notificação do TRE-MS para marcar a data da investidura de Paulo Duarte no cargo. A posse do novo deputado estadual possivelmente ocorrerá dentro de uma semana. 

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Defensores públicos veem iniciativa de Aras como uma ameaça ao acesso à Justiça para as pessoas pobres e vulneráveis
Justiça
PGR defende que STF derrube o marco temporal
Eduardo Cunha
Justiça
Em entrevista, Eduardo Cunha diz acreditar na inocência de Chiquinho Brazão
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
Justiça
Efetividade do judiciário de MS é destaque no Mês Nacional do Júri
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Justiça
STJ reconhece decisão do TJ sobre caso Solurb
Divulgação -
Justiça
TJMS lança aplicativo "e-Mandado" para aprimorar o cumprimento de mandados judiciais
Sede do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul - TCE/MS
Interior
TCE-MS aplica multa a secretário de educação por falhas na gestão de fundo educacional
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Justiça
Abordagem policial com base em gênero ou cor da pele é proibida pelo STF
Imagem Ilustrativa
Justiça
União deve indenizar vítimas de operações policiais, determina STF
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Prisão de Claudinho Serra é defendida por juiz de Sidrolândia em manifestação ao TJMS
Edson Giroto
Justiça
Justiça procura Giroto para responder ação por enriquecimento ilícito

Mais Lidas

JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Geral
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Polícia
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas
Acidente congestionou rodovia
Polícia
AGORA: Grave acidente deixa pessoas mortas na BR-163, próximo a Anhanduí