Menu
Menu
Busca sexta, 12 de abril de 2024
Meio Ambiente

Estudo aponta que até 2050 Amazônia passará a morrer de maneira acelerada

Pesquisadores brasileiros publicaram um estudo na qual constataram que quase metade da floresta amazônica está exposta a fatores de degradação

15 fevereiro 2024 - 18h36Carla Andréa, com g1

A revista britânica Nature divulgou um estudo de pesquisadores brasileiros que constatou que até 2050, a Amazônia pode alcançar o ponto de não retorno, que é um estágio onde se inicia a transformação irreversível, ou seja, a floresta começaria a morrer de maneira acelerada.

Esse contexto traria modificações no bioma, as áreas da floresta começariam a ter colapso, a biodiversidade passaria por implicações e os recursos teriam alteração na disponibilidade.

A pesquisa também mapeou os fatores de estresse que a Amazônia está exposta, e como esses estresses interagem entre si. Esses fatores são o aquecimento global, precipitação anual, intensidade de sazonalidade de chuvas, duração da estação seca, e desmatamento.

O estudo projeta três caminhos de transformação da floresta: Floresta degradada, que se estabelece quando há recuperação do ecossistema; Savana de areia branca, ocorre em áreas que ficam sazonalmente inundadas; e Áreas não-florestais degradas, que é o estágio onde a floresta não se recupera mais.

Diante disso, as demais regiões brasileiras podem sofrer alterações significativas no regime de chuvas. Os pesquisadores aconselham que medidas sejam tomadas urgentemente para reduzir o desmatamento e expandir áreas de restauração florestal. Além de citarem a reeducação dos países em relação a emissão de gases do efeito estufa.

JD1 No Celular

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bate-papo acontece no dia 12 de abril
Meio Ambiente
ONG holandesa promove bate-papo sobre natureza e população na Capital
Usina hidrelétrica de Porto Primavera
Meio Ambiente
Companhia energética reduz vazão na hidrelétrica de Porto Primavera
Cerrado
Meio Ambiente
Cerrado terá uma força-tarefa para conter desmatamento
Sede da Planurb
Meio Ambiente
Planurb é nomeada para compor comissão pelo meio ambiente
Governo do Estado aua em prol da sustentabilidade
Meio Ambiente
Riedel mostra avanços ambientais de MS para embaixadora da União Europeia
Drive-Thru acontece nos Altos da Afonso Pena
Meio Ambiente
JD1TV: 11° Drive-Thru da reciclagem começou nesta quinta na Capital
As árvores são importantes para a população
Meio Ambiente
JD1TV: Planejamento arbóreo da Capital disponibiliza serviços ecossistêmicos à população
Operação Atalaia
Meio Ambiente
Em dois dias de Operação Atalaia, nove garimpos foram destruídos no Amazonas
Óleo de cozinha precisa ser descartado corretamento
Meio Ambiente
JD1TV: Reutilização do óleo de cozinha gera renda extra e projetos sociais na Capital
Nova lei busca proteger o Pantanal sul-mato-grossense
Meio Ambiente
Lei que altera as normas de conservação do Pantanal entra em vigor

Mais Lidas

JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Polícia
JD1TV: Homem que colocou fogo na ex-mulher se joga da ponte após cometer crime
Acidente congestionou rodovia
Polícia
AGORA: Grave acidente deixa pessoas mortas na BR-163, próximo a Anhanduí
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Geral
JD1TV: Peladão, homem é flagrado correndo com bumbum de fora na Mascarenhas de Moraes
Artistas confirmadas na Expogrande 2024
Comportamento
Expogrande 2024 divulga programação dos shows; confira as datas