Menu
Menu
Busca quinta, 13 de junho de 2024
Prefeitura Refis Junho24
Polícia

Após matar o marido em São Paulo, PM viajou para deixar filha na Capital

Informação dada ao JD1 era de que possivelmente a policial militar não queria expor situação, deixando família em choque

21 junho 2023 - 07h50Luiz Vinicius e Brenda Assis    atualizado em 21/06/2023 às 13h44

Após assassinar seu marido Jorge Augusto Rivarola Saito, de 36 anos, em Presidente Epitácio, no interior de São Paulo e antes de ser encontrada morta numa caminhonete na MS-455, na terça-feira (20), a policial militar Cássia Silva Machado, de 31 anos, viajou cerca de 384 quilômetros para deixar sua filha na casa de uma tia na região sul de Campo Grande.

A informação foi repassada com exclusividade para o JD1 Notícias, por meio de pessoas ligadas aos policiais, que relataram ficar em choque com o acontecimento e após a notícia do falecimento do casal.

Segundo apurado pela reportagem, a intenção da policial militar era pelo menos tentar abafar a situação após deixar uma de suas filhas na casa da familiar. A ação era justamente para que alguém não percebesse nada de estranho.

Conforme já noticiado pela reportagem, Jorge foi encontrado morto com dois tiros no peito no interior de sua residência, em Presidente Epitácio. A Polícia Civil de São Paulo deu seu primeiro indício da investigação ao registrar o fato como homicídio, que passa a ser investigado pela delegacia da cidade interiorana.

Por aqui, em Campo Grande, a responsabilidade do caso ficou sob a tutela da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e a delegada Rafaela Lobato, que esteve pelo local, afirmou que as duas policias estarão trabalhando de forma integrada para solucionar o caso.

"A princípio tem relação ambas as mortes. É possível que esse crime [morte de Jorge] seja averiguado lá, obviamente que as duas polícias vão estar em integração porque tem relação ambos, tanto esse caso em específico [morte de Cássia], quanto o homicídio", disse.

Cássia foi encontrada morta dentro do veículo com um tiro na cabeça, indicando que tirou sua própria vida após ter matado seu marido, que também é policial militar, e ter deixado sua filha na companhia de outro familiar.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Iphones foram recuperados
Polícia
Jovem fica ferida após ser arrastada no chão durante assalto no Canguru
Jovem é assassinado com quatro tiros na frente de casa no Caiobá
Polícia
Jovem é assassinado com quatro tiros na frente de casa no Caiobá
Ronnie Lessa está no Presídio Federal de Campo Grande
Polícia
Transferência de Ronnie Lessa 'está em fase de finalização', diz Senappen
Operação Ferro Velho: GCM fiscalizou cinco estabelecimentos no centro da Capital
Polícia
Operação Ferro Velho: GCM fiscalizou cinco estabelecimentos no centro da Capital
Adolescente de 15 anos é preso por tentativa de homicídio e incêndio em Campo Grande
Polícia
Adolescente de 15 anos é preso por tentativa de homicídio e incêndio em Campo Grande
1ª Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana
Polícia
Acusado de roubar e agredir vítima com corrente é preso em Aquidauana
Annabel Greenhalgh
Polícia
Menina de 11 anos morre após médicos a mandarem para casa
Delegado Régis de Almeida, da 3ª Delegacia de Polícia Civil
Polícia
Morto em confronto no Taquaral Bosque tinha passagem por tentativa de feminicídio
'Só coincidência': Apartamento de Azambuja, invadido e furtado, não era alvo direto
Polícia
'Só coincidência': Apartamento de Azambuja, invadido e furtado, não era alvo direto
JD1TV AGORA: Traficante morre em confronto com a PM no Taquaral Bosque
Polícia
JD1TV AGORA: Traficante morre em confronto com a PM no Taquaral Bosque

Mais Lidas

Sexta-feira não será feriadão
Geral
Sexta-feira não será feriadão
Vereador Claudinho Serra
Justiça
Justiça bloqueia bens de 19 pessoas e 9 empresas na operação Tromper; veja lista
Rua 14 de Julho
Geral
Abre e fecha de Santo Antônio: Confira o que funciona na Capital no feriado
 O baterista Doug "Cosmo" Clifford (de chapéu), o baixista Stu Cook (de óculos), da formação original, e os músicos da banda Credence Crearwater Revisited
Geral
Creedence Clearwater é confirmado em novembro na Capital