Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 01
Polícia

Comerciante foi morta porque reconheceu voz de ex-funcionário, diz investigação

Ex-funcionário informou em depoimento que queria o dinheiro só para pagar dívidas

14 julho 2020 - 17h28Flávio Veras, com informações do Diário Corumbaense

A Polícia Civil confirmou, em coletiva à imprensa na tarde desta terça-feira (14), que Fabiano Velasques, de 28 anos, o "Cebolinha", agiu sozinho no latrocínio (roubo seguido de morte) da comerciante Liane Aparecida de Arruda, de 51 anos, em Corumbá. As informações são do site Diário Corumbaense.

O crime foi na noite de sábado (11), o corpo de Liane foi encontrado na manhã de domingo (12) e, desde o início, as investigações apontaram para "Cebolinha", que foi funcionário da comerciante e conhecia a rotina dela e do estabelecimento.

Ainda conforme a reportagem, preso na manhã desta terça, em um quarto de motel, o acusado disse em depoimento que tinha dívidas para pagar e por isso resolveu roubar Liane. Afirmou que estava sob efeito de entorpecente e que não pretendia matá-la, mas ela reconheceu sua voz e acabou morta com oito perfurações de faca no pescoço, segundo a delegada Tatiana Zingier e Silva, que esclareceu o caso junto com o delegado Willian Rodrigues, que atendeu a ocorrência no dia do crime. 

Depois de matar Liane, "Cebolinha" roubou 9 mil e 500 reais, joias, pegou o gabinete de computador que armazenava as imagens de câmeras de segurança e o carro da vítima, um Volkswagen Fox, de cor preta, apesar de não ter experiência em conduzir veículo, conforme a delegada. 

"Com parte do dinheiro, ele pagou dívidas, comprou bebidas e fez churrasco. Do dinheiro que roubou, recuperamos apenas 688 reais e ele não ofereceu resistência na hora da prisão", disse a delegada Tatiana ao ressaltar que "Cebolinha" assumiu o crime e disse que agiu sozinho. 

O delegado Willian Rodrigues afirmou que imagens de câmeras de segurança analisadas pela investigação, revelaram que na noite do crime, “Cebolinha”, estava encapuzado e esperava pela vítima, pois ela tinha o costume de levar funcionários do restaurante em casa, após o trabalho. No momento em que ela recolhia o veículo na garagem, ele entrou e ficou por cerca de trinta minutos.

"Nós chegamos à identificação dele por meio de depoimentos de testemunhas e de imagens de circuito de segurança de quando ele abandonou o veículo da vítima junto com outra pessoa. Um boné que o suspeito usava, também foi fundamental para chegarmos à autoria do latrocínio. Ele já tinha passagens policiais, inclusive por furto de veículo por abuso de confiança", frisou o delegado. O carro foi abandonado por volta das 07h de domingo, no final da rua América, ao lado da pista do Aeroporto Internacional. 

A pessoa identificada com o acusado, de acordo com as investigações não sabia do crime. "Ao encontrar as testemunhas, ele não contou que havia cometido o crime, se mostrou normal durante todo o tempo, o que demonstra a frieza dele", contou a delegada.

E complementou dizendo que “ele se diz arrependido, porque nunca teve problema com a vítima, trabalhou com ela por duas vezes e foi demitido porque faltava muito. Mas, na minha opinião pessoal, não vislumbrei nenhuma característica de arrependimento. Ele pareceu ser uma pessoa fria e afirmou não se recordar direito do crime, mas jogou a faca que usou em uma lixeira".

Tatiana Zingier ainda ressaltou o trabalho dos peritos e do legista Walter Breno, que já havia apontado que o assassino era canhoto. "Hoje, quando ele assinou o depoimento, a gente comprovou que é canhoto mesmo", destacou. 

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Após arrumar confusão em boate, carreteiro foge e é preso embriagado
Polícia
Homem joga carro contra carreta e mata os filhos para se vingar da ex
Polícia
Vídeo: Jovem é baleado pela PM e morre no dia do aniversário
Polícia
Separado há 1 ano, homem invade residência, agride e ameaça queimar a ex
Polícia
Adolescente de 14 anos morre esfaqueado após briga em distribuidora de bebidas
Polícia
Hilux carregadacom 1,2 tonelada de maconha e haxixe é apreendida em MS
Polícia
Rapaz de 21 anos esconde quase meia tonelada de maconha, mas acaba preso
Polícia
DOF recupera em MS carro roubado há cinco meses em Brasília
Polícia
No dia dos Pais, filho encontra pai morto debaixo de porta de ferro
Polícia
Briga entre senegaleses termina com um esfaqueado em Campo Grande

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus