Menu
Menu
Busca terça, 28 de maio de 2024
Secovi
Polícia

'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS

Militar do Batalhão de Choque morreu durante a noite de sábado em Campo Grande depois de ser atingido por um disparo de arma de fogo

21 abril 2024 - 13h51Brenda Assis

As homenagens ao Capitão do Batalhão de Choque, Leonardo Luís Mense Rodrigues, de 35 anos, foram além dos familiares e colegas de farda. Nas redes sociais, autoridades como o governador Eduardo Riedel, o deputado estadual Paulo Corrêa, a Polícia Militar, Civil, Adepol e o Instituto Arara Azul dedicaram um tempo para prestar condolências aos familiares.

Por meio de um vídeo publicado nas redes sociais, o governador Eduardo Riedel também comentou a partida de Mense. A gravação seria para comemorar o Dia 21 de Abril, feriado de Tiradentes. Porém, por ser um dia de luto o chefe do executivo optou por prestar condolências a família do Capitão.

“Hoje também é um dia de luto. Quero me solidarizar com todos seus colegas de trabalho e principalmente com a família do Capitão Leonardo. Conte com o estado de Mato Grosso do Sul, que Deus os proteja e que a gente siga em frente, sempre com o aprendizado das dores e das dificuldades”, disse o governador.

“Conhecido por sua gentileza e comprometimento, Capitão Mense era atualmente comandante da Rotac e do setor de relações públicas do Batalhão de Choque, e deixa um imenso legado de moralidade, dignidade, força e honra”, publicou o deputado Paulo Corrêa.

Acreditando ser difícil compreender a vida e as situações que levaram Mense a tirar a própria vida, amigos lembraram que o Capitão era ‘humano, humilde e companheiro’, dentro e fora do serviço. “Dedicado à família e extremamente apaixonado pela profissão e pela unidade em que trabalhava, Leonardo Luís Mense estava na PMMS há pouco mais de 10 anos, sendo sempre considerado um dos melhores em tudo que fazia”, disse um amigo.

Filho da bióloga e diretora executiva do Instituto Arara Azul, Eliza Mense, o Capitão foi lembrado por organizações ligadas à sua mãe, que lamentaram o ocorrido. O militar era casado com a Tenente da Polícia Militar Caroline Corrêa Mense, com quem tinha um filho pequeno.

“Há poucos dias o encontrei numa corrida no Parque dos Poderes com sua esposa. Sempre simpático, vibrador e humilde. Que perda irreparável. Meus sentimentos à família, amigos, companheiros choqueanos”, comentou um colega.

Além das boas lembranças com o Capitão, algumas pessoas optaram por agradecer ao serviço prestado pelo militar a população de Mato Grosso do Sul desde que ingressou na carreira. “Obrigado por tudo. Tenho certeza que você fez o melhor pra você, para sua família e para o povo de MS. Uma vez caveira, sempre caveira”.

“Só tenho ótimas lembranças desse amigo guerreiro que tantas vezes me auxiliou quando atuei na 4[ba1]  DP! Deus ilumine sua nova missão e dê o amparo à família e amigos”, disse uma amiga.

Homenagem da Redação JD1 - Toda a família JD1 Notícias lamenta com pesar o ocorrido. Capitão Mense sempre foi prestativo e auxiliou os jornalistas que precisaram de alguma informação a respeito do Batalhão de Choque.

Seu carisma, atenção e dedicação, sempre serão lembrados por aqueles que tiveram a honra de trabalhar com ele, mesmo que seja apenas para uma troca rápida de informações. Diante disso, o JD1 expressa os sentimentos à família e colegas de farda do Capitão.

Velório marcado pela comoção – Abraços silenciosos, marcados pelos choros dos familiares e amigos fizeram parte da despedida de Leonardo Luís Mense Rodrigues, durante a manhã deste domingo (21), no Cemitério Memórial Park, em Campo Grande.

Sem acreditar no que havia acontecido, muitos contaram a reportagem do JD1 que a notícia chegou como uma 'bomba' na corporação. 

"Estou sem acreditar. Era um homem querido, trabalhador. Muito bom pra todos, não dá pra entender", disse um militar chorando. 

Para a imprensa, o comandante geral da Polícia Militar, Renato dos Anjos Garnes, disse que a situação que vitimou Mense pode ser considerado o 'mal do século'. "É uma situação muito complicada. Ninguém estava esperando. Ele era um profissional, uma pessoa e um pai de família de conduta realmente exemplar. Uma fatalidade", disse.

Assim como os familiares, as equipes do Batalhão em que Mense estava lotado, optaram por não dar declarações a imprensa. Mas a comoção diante da situação, era nítida no olhar de cada militar. 

Além do Batalhão de Choque, equipes do BOPE (Batalhão de Operações Polícias especiais), Polícia Militar, Civil, Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), a Polícia Penal, Corpo de Bombeiros e alguns colegas de imprensa que tiveram contato com Mense, estiveram no cemitério para prestar condolências à familia. 

Precisa de ajuda?

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias.

 

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Álvaro Rezende
Política
Deputados votam PL da aposentadoria, assistência médico-social e auxílio de servidores
Máquinas caça-níqueis estavam em uma residência
Polícia
PM apreende 14 máquinas caça-níqueis em cassino clandestino no Jardim São Bento
A bebê foi atingida de raspão na cabeça
Polícia
Recém-nascida é atingida na cabeça por bala perdida em hospital
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Caso foi registrado na delegacia de Sidrolândia
Polícia
Condenado a 25 anos por homicídio, homem é preso em Sidrolândia
Imagem Ilustrativa
Polícia
Jovem é morto com golpes de foice na cabeça em Aldeia de Coronel Sapucaia
Depois de 'uns copos' de whisky, homem bate carro em caçamba de entulho
Polícia
Depois de 'uns copos' de whisky, homem bate carro em caçamba de entulho
Imagem Ilustrativa
Polícia
Polícia Federal deflagra operação contra abuso sexual infantojuvenil em Campo Grande
Depac de Dourados, onde o caso foi registrado
Polícia
Homem espanca esposa e joga filha de 2 anos no chão durante briga em Dourados
Imagem ilustrativa
Polícia
Rapaz empina moto na frente de viatura e 'showzinho' acaba na delegacia na Capital

Mais Lidas

Waldeli dos Santos Rosa -
Política
Ex-prefeito é condenado por espalhar "Deep Fake" em Costa Rica
Vítima morreu ainda no local
Polícia
Homem é morto a tiros após jogar salgado em dono de lanchonete
Campo Grande amanhece encoberta de névoa
Clima
Campo Grande amanhece com neblina e frio ganha novo aliado nesta segunda
Delegadas Elaine Benicasa e Analu Lacerda deram detalhes sobre o crime de Amalha Mariano
Polícia
Nova versão: Caminhoneiro matou corretora após discussão em caso extraconjugal