Menu
Busca quarta, 24 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Jovem que matou jardineiro atropelado se apresenta à polícia

Homem teria assumido direção do veículo após discussão com a vítima

27 dezembro 2018 - 07h52Da Redação com Assessoria

Nesta quarta-feira (26), Mark Lee Alves Reginaldo, 20 anos, que após uma briga de trânsito atropelou e acabou matando Jefferson Moreira, 37 anos se entregou a polícia na 2ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, no bairro Monte Castelo, acompanhado do advogado, Selmen Dalloul. Após declarações, Mark foi liberado e, segundo o delegado Antenor Batista da Silva Júnior, não será pedida a prisão preventiva, a princípio. Ainda conforme o delegado, imagens e depoimentos apontam que há parcela de culpa tanto do suspeito quando da vítima.

Depois do acidente Mark abandonou a pick-up usada no crime em um lava-jato no bairro Nossa Senhora das Graças, em Campo Grande e se escondeu com a mulher e a filha na casa de um parente. Conforme o delegado, a versão do suspeito é de que não tinha intenção de matar o motociclista e o que houve foi uma "fatalidade". Ele afirmou que apenas que tentou sair do local após ser agredido e ameaçado de morte pelo motociclista e acabou atingindo a vítima

Nem Mark, nem a esposa, possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A pick-up usada no crime estava irregular e havia sido comprada por eles uma semana antes, por R$ 4 mil.

"A versão dele e da esposa é a mesma, de que na data dos fatos ele saiu de casa com intenção de levar uma motocicleta em uma borracharia, lá deixou a moto para consertar e pediu para a esposa buscá-lo de carro. Ela chegou, estacionou na contramão e, quando foi sair, não viu a moto e o motociclista bateu na traseira", contou o delegado.

Jefferson bateu na traseira da pick-up, mas conseguiu pular da motocicleta e evitar a queda. A motorista parou alguns metros a frente e Mark Lee desceu para, segundo ele, conversar e acertar o conserto do retrovisor da motocicleta, no entanto teria sido ameaçado pelo jardineiro.

Nas palavras do casal, Jefferson teria se aproximado da mulher e perguntado se ela queria ver o marido morrer. Eles contam ainda que a vítima começou a dar capacetadas nele e até arrancou a chave da ignição. Depois de conseguir tomar a chave, Mark conta que entrou no veículo, deu ré e só tentou sair dali.

Durante a tentativa de fuga, ele acabou atropelando o jardineiro. O motorista ainda reforçou que não tinha a intenção de atingir Jefferson, e que quando percebeu a vítima já estava na frente da pick-up e não conseguiu evitar a colisão.

Ainda segundo o delegado, o suspeito foi indiciado por homicídio, mas à príncipio, não será pedida a prisão. "É relativo porque eu vi as imagens. Nada justifica o que aconteceu, mas tudo indica que a vítima infelizmente deu causa para um monte de coisa que ocorreu. É meia culpa de todo mundo, da mulher que estacionou na contramão, de quem perdeu a paciência. Vamos ver, se mais para frente for o caso, vamos pedir a prisão", explicou Silva Júnior.

Outras testemunhas ainda serão ouvidas. O motorista e a esposa não tinham carteira de habilitação.

O caso

O crime aconteceu na última segunda-feira, véspera de Natal. Câmeras de segurança de estabelecimentos das ruas Abrão Anache com Jeronimo de Albuquerque, na região do Jardim Anache, flagraram o crime.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o motorista da Peugeot Hoggar entra na preferencial e o motociclista, Jefferson Moreira, 37 anos, acaba batendo na lateral traseira do carro. Ele desce da moto, assim como Mark, que estava de passageiro no veículo, e ambos começam uma discussão por conta do acidente.

Durante a confusão, suspeito e vítima trocam empurrões. Uma testemunha tenta acalmar os ânimos e encerrar a discussão. Pouco depois, Mark entra no veículo, assume a direção e atropela o motociclista, fugindo em seguida. Conforme boletim de ocorrência, na picape também estavam uma mulher e uma criança.

Eles teriam discutido porque Mark tentou fugir da responsabilidade de arcar com os danos materiais da moto de Jefferson.

O carro foi encontrado abandonado, na manhã de ontem, em um lava jato no Bairro Nossa Senhora das Graças. A picape Peugeot Hoggar branca estava com as marcas do acidente e sem a tampa de caçamba. O veículo estava trancado, no cruzamento das ruas Maria Izabel Couto Pontes com a Cotegipe.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Adolescente morre depois de ficar com pescoço preso em janela
Polícia
Homem sofre atentado por possível desacordo comercial
Polícia
Pai arrecada R$ 1 mi para tratamento do filho e foge com valor
Polícia
Homem que matou tio é preso após sair de festa
Polícia
Homem comete suicídio depois de tentar matar ex-mulher
Polícia
Idoso tomba com caminhão em pedreira
Polícia
Mulher é presa após utilizar facão para assaltar trabalhadora
Polícia
Idoso é agredido após se negar a comprar moto para nora
Polícia
Bandidos são presos após invadirem agência do Sicredi
Polícia
Motociclista morre após bater em carro parado

Mais Lidas

Polícia
Adolescente morre depois de ficar com pescoço preso em janela
Polícia
Pai arrecada R$ 1 mi para tratamento do filho e foge com valor
Polícia
Homem comete suicídio depois de tentar matar ex-mulher
Cultura
Marcos e Belluti abrem o Festival do Sobá, em Campo Grande