Menu
Busca quarta, 22 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Polícia

Jovem que matou jardineiro atropelado se apresenta à polícia

Homem teria assumido direção do veículo após discussão com a vítima

27 dezembro 2018 - 07h52Da Redação com Assessoria

Nesta quarta-feira (26), Mark Lee Alves Reginaldo, 20 anos, que após uma briga de trânsito atropelou e acabou matando Jefferson Moreira, 37 anos se entregou a polícia na 2ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, no bairro Monte Castelo, acompanhado do advogado, Selmen Dalloul. Após declarações, Mark foi liberado e, segundo o delegado Antenor Batista da Silva Júnior, não será pedida a prisão preventiva, a princípio. Ainda conforme o delegado, imagens e depoimentos apontam que há parcela de culpa tanto do suspeito quando da vítima.

Depois do acidente Mark abandonou a pick-up usada no crime em um lava-jato no bairro Nossa Senhora das Graças, em Campo Grande e se escondeu com a mulher e a filha na casa de um parente. Conforme o delegado, a versão do suspeito é de que não tinha intenção de matar o motociclista e o que houve foi uma "fatalidade". Ele afirmou que apenas que tentou sair do local após ser agredido e ameaçado de morte pelo motociclista e acabou atingindo a vítima

Nem Mark, nem a esposa, possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A pick-up usada no crime estava irregular e havia sido comprada por eles uma semana antes, por R$ 4 mil.

"A versão dele e da esposa é a mesma, de que na data dos fatos ele saiu de casa com intenção de levar uma motocicleta em uma borracharia, lá deixou a moto para consertar e pediu para a esposa buscá-lo de carro. Ela chegou, estacionou na contramão e, quando foi sair, não viu a moto e o motociclista bateu na traseira", contou o delegado.

Jefferson bateu na traseira da pick-up, mas conseguiu pular da motocicleta e evitar a queda. A motorista parou alguns metros a frente e Mark Lee desceu para, segundo ele, conversar e acertar o conserto do retrovisor da motocicleta, no entanto teria sido ameaçado pelo jardineiro.

Nas palavras do casal, Jefferson teria se aproximado da mulher e perguntado se ela queria ver o marido morrer. Eles contam ainda que a vítima começou a dar capacetadas nele e até arrancou a chave da ignição. Depois de conseguir tomar a chave, Mark conta que entrou no veículo, deu ré e só tentou sair dali.

Durante a tentativa de fuga, ele acabou atropelando o jardineiro. O motorista ainda reforçou que não tinha a intenção de atingir Jefferson, e que quando percebeu a vítima já estava na frente da pick-up e não conseguiu evitar a colisão.

Ainda segundo o delegado, o suspeito foi indiciado por homicídio, mas à príncipio, não será pedida a prisão. "É relativo porque eu vi as imagens. Nada justifica o que aconteceu, mas tudo indica que a vítima infelizmente deu causa para um monte de coisa que ocorreu. É meia culpa de todo mundo, da mulher que estacionou na contramão, de quem perdeu a paciência. Vamos ver, se mais para frente for o caso, vamos pedir a prisão", explicou Silva Júnior.

Outras testemunhas ainda serão ouvidas. O motorista e a esposa não tinham carteira de habilitação.

O caso

O crime aconteceu na última segunda-feira, véspera de Natal. Câmeras de segurança de estabelecimentos das ruas Abrão Anache com Jeronimo de Albuquerque, na região do Jardim Anache, flagraram o crime.

Nas imagens, é possível ver o momento em que o motorista da Peugeot Hoggar entra na preferencial e o motociclista, Jefferson Moreira, 37 anos, acaba batendo na lateral traseira do carro. Ele desce da moto, assim como Mark, que estava de passageiro no veículo, e ambos começam uma discussão por conta do acidente.

Durante a confusão, suspeito e vítima trocam empurrões. Uma testemunha tenta acalmar os ânimos e encerrar a discussão. Pouco depois, Mark entra no veículo, assume a direção e atropela o motociclista, fugindo em seguida. Conforme boletim de ocorrência, na picape também estavam uma mulher e uma criança.

Eles teriam discutido porque Mark tentou fugir da responsabilidade de arcar com os danos materiais da moto de Jefferson.

O carro foi encontrado abandonado, na manhã de ontem, em um lava jato no Bairro Nossa Senhora das Graças. A picape Peugeot Hoggar branca estava com as marcas do acidente e sem a tampa de caçamba. O veículo estava trancado, no cruzamento das ruas Maria Izabel Couto Pontes com a Cotegipe.

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Ladrão rouba celular e apanha dos moradores do Coophavila
Polícia
‘Dark Money’: Presos serão encaminhados à carceragem da Capital
Polícia
Adolescentes desaparecidas na fronteira são encontradas em Pedro Juan Caballero
Polícia
Mulher acusa homem de roubo e leva facada nas costas no Tijuca
Polícia
Após inventar assalto, mulher faz escândalo em delegacia
Polícia
Morador de rua é assassinado a tiros em banheiro de praça
Polícia
Armado, homem ameaça ex-mulher de morte no Lageado
Polícia
Polícia incinera 8.322 kg de maconha e 564 kg de cocaína
Polícia
Homem é preso após agredir mãe idosa com uma marreta
Polícia
Vídeo: "Piloto de fuga" é preso com quase 500 kg de droga após perseguição na MS-178

Mais Lidas

Polícia
Delegada de polícia negra é impedida de entrar em loja da Zara
Polícia
Vizinhos sentem mau cheiro e encontram idoso morto dentro de casa
Geral
Ciclista é atropelada por caminhão e arrastada por cinco metros na Enersto Geisel
Entrevista
Ex-governador André Puccinelli fala ao JD1