Menu
Menu
Busca sábado, 22 de junho de 2024
UEMS Pantanal Tech - Jun24
Polícia

Mãe de Natali nunca foi convidada a entrar na casa da filha: 'Apenas parentes de Cleber'

Ela relembrou ainda, em depoimento, que o genro não a cumprimentava na rua e sempre abaixava a cabeça ao passar pela sogra

04 julho 2023 - 12h01Brenda Assis e Luiz Vinicius    atualizado em 04/07/2023 às 12h03

“Apenas parentes de Cleber podiam entrar na casa”, disse a mãe da jovem Natali Gabrieli da Silva de Souza, de 18 anos, assassinada a golpes de faca pelo marido na manhã de sábado (1°), no Parque do Lageado, ao lembrar que nunca foi convidada a entrar na casa onde a filha morava.

Durante depoimento as equipes policiais na manhã desta terça-feira (4), na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), a mãe da jovem relatou que sempre era recebida no portão e nunca chegou a ser convidada a entrar, já que apenas familiares do autor poderiam fazer visitas ao casal. Natali passou quatro meses morando com Cleber antes de ser morta.

O JD1 Notícias teve acesso ao documento, e em determinado trecho a mãe relembrou o quanto a jovem era ‘família’ e sempre gostava de tê-los por perto, gostando de marcar churrasco com os parentes. Porém, após passar a conviver com o autor, a vítima mudou completamente seu comportamento, sendo definida como uma pessoa triste. Ela estava afastada dos familiares desde então.

Além disso, Cleber não falava com a sogra. Ela contou que sempre que os dois se ‘encontravam na rua’, ele abaixava a cabeça para não a cumprimentar, uma vez, a mãe de Natali era contra o relacionamento dos dois. A mulher teria se posicionado contra depois de descobrir que a filha estava passando necessidades morando com o autor, os dois foram morar juntos após ela completar a maior idade e arrumar um emprego.

Mesmo com as decisões da filha, sua mãe disse a policia ter tentado dar ‘conselhos’ pois estava nítido que o relacionamento era abusivo. Mas ela nunca foi ouvida. As investigações, assim como o depoimento da mãe, apontam que Natali e Cleber viviam um relacionamento conturbado, cheio de idas e vindas, mas que ela nunca havia registrado um boletim de ocorrência contra o marido, que o conheceu quando ainda tinha 14 anos.

A polícia, ela disse ainda só ter entrado na residência após a morte da filha, ainda no sábado.

A jovem foi assassinada com mais de 15 golpes de facas que atingiram seu pescoço, braço e tórax. A polícia informou havia uma festa na casa da jovem, mas por ciúmes, houve uma discussão entre o casal e Cleber chegou a quebrar o celular da vítima e posteriormente golpeá-la com uma garrafa na cabeça. A Perícia Científica encontrou cacos de vidro e manchas de sangue na residência.

O caso ainda segue sendo investigado e novas testemunhas estarão sendo ouvidas.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ele estaria cometendo o crime a luz do dia, no meio da praça
Polícia
Homem que se masturbava em praça de Batayporã é indiciado pela Polícia Civil
Ela voltava da faculdade para casa quando foi abordada pelo autor
Polícia
Travesti tem testículos esmagados por estuprador em matagal
Homem é atingido por bala perdida enquanto dormia no Jardim Colorado
Polícia
Homem é atingido por bala perdida enquanto dormia no Jardim Colorado
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Homem é encontrado morto pelo amigo na casa em que moravam juntos na 14 de Julho
Rubel Gabriel estaria em alta velocidade quando colidiu com a traseira de trailer de lanche
Polícia
Motociclista de 19 anos morre durante acidente em avenida de São Gabriel do Oeste
Samu precisou intubar a vítima ainda no local devido ao seu estado de saúde ser gravíssimo
Polícia
Mulher que mandou sequestrar e torturar homem em Três Lagoas é presa
A vítima também vive em situação de rua pela região e está sendo atendida pela equipe médica no CRS Nova Bahia
Polícia
AGORA: Mulher é estuprada por morador de rua no Nova Lima
Ele foi socorrido pelo SAMU, sendo levado para o pronto-socorro da cidade
Polícia
Policial bate carro em árvore e é arremessado durante colisão em Aquidauana
Homem troca carne furtada de escola em 'boca de fumo' de Rio Brilhante
Polícia
Homem troca carne furtada de escola em 'boca de fumo' de Rio Brilhante
Caso foi registrado na Depac de Dourados
Polícia
Cadeirante morre duas semanas após ser atropelado por moto em Dourados

Mais Lidas

Polícia Civil esteve na empresa em que aconteceu o acidente de trabalho
Polícia
Trabalhador morreu prensado após esquecer de puxar freio de mão de caminhão
Breno Souza Firmino, de apenas 16 anos, atuava como volante na equipe SUB-17 da Portuguesa
Polícia
Adolescente de time de MS morre na Capital
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento