Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Mulher confessa ter assassinado idosa por causa de dívida

Autora ofereceu serviço como “Táxi da Vovó” e conquistou a vítima

26 fevereiro 2019 - 15h52Marcos Tenório

Pâmela Ortiz de Carvalho acabou confessando ter agredido até a morte a aposentada Dirce Santoro Guimarães Lima, 79 anos, o crime aconteceu no último sábado (23), em Campo Grande. Vizinhos notaram o sumiço da vítima que estava desaparecida desde o dia do crime.

A idosa foi vista pela última vez saindo da sua casa no bairro Santo Antônio, acompanhada da suspeita que prestava serviço como “Táxi da Vovó”. Pâmela admitiu ter matado a idosa para evitar ter que pagar as dívidas que tinha feito em nome da vítima.

Segundo o delegado Dmitri Erik Palermo, a suspeita na tentativa de despistar, foi chamada até a delegacia para prestar depoimento, mas negou o crime, ela disse ainda estar a disposição da polícia para qualquer tipo de esclarecimento, e que só após os policiais mostrarem as gravações, ela confessou o crime.

A suspeita e a aposentada teriam se conhecido em novembro do ano passado, quando Dirce estava em um ponto de táxi esperando um taxista chegar, enquanto aguardava, Pâmela solidária, parou seu veículo e ofereceu ajuda, disse que era motorista e que estava regularizada no Detran, a idosa então entro no carro, e a partir desse dia, as duas começaram um laço de amizade.

Uma vizinha que preferiu não se identificar relatou que Dirce era uma pessoa certinha, e por não ter filho e nem família na cidade, acolheu Pâmela como uma neta. A autora vivia dentro da casa da idosa e ajudava a resolver os problemas.

Revelou ainda que quando chegou a primeira conta de mais de R$ 700,00. Dirce ficou muito revoltada, entrou em contato com a Pâmela para que ela resolvesse a dívida. Pâmela buscou a idosa e foi até a loja para realizar um acordo, depois foi no Procon para regularizar o nome, e recebeu um prazo de 15 dias para que tudo fosse solucionado. Enquanto esperava, dona Dirce recebeu uma ligação de outra loja, cobrando uma dívida era mais de R$ 2 mil.

A idosa chorou bastante e entrou em contato novamente com a Pâmela, que disse que “iria resolver o problema”, foi quando no sábado, ela foi até a casa da idosa, e as 9h13 saiu com a Dona Dirce e após uma discussão no veículo, a autora acabou matando a aposentada.

Segundo o delegado, a autora estacionou o carro em uma rua pouco movimentada no Indubrasil, e com alguns golpes na cabeça da vítima, tirou a vida da Dirce. Logo em seguida, arrastou o corpo para trás de uma árvore em um terreno e depois cobriu com lixo e fugiu do local.

Na manhã desta terça-feira (26) Pâmela passou por audiência de custódia e teve a sua prisão decretada, ela responderá por homicídio doloso e ocultação de cadáver, sua condenação pode chegar a 23 anos de detenção.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Jovem é morta a tiros em Ponta Porã e corpo é encontrado em estrada
Polícia
Com cinco mortes em uma semana, órgãos realizam operação em Reserva Indígena
Polícia
Durante encontro amoroso, homem é morto por ex-marido de mulher
Polícia
Ex-secretário morre em acidente na MS-157
Polícia
Tio e sobrinho são mortos a golpes de facão
Polícia
Acadêmica tenta cancelar matrícula, é multada e agride coordenadora
Polícia
Após denúncia de agressão, homem tenta matar esposa
Polícia
Dupla é presa furtando refletores do monumento Maria Fumaça
Polícia
Em uma hora, pistoleiros matam três pessoas na fronteira
Polícia
"Tribunal do crime" teria sido o responsável por execução em Itaporã

Mais Lidas

Polícia
Durante encontro amoroso, homem é morto por ex-marido de mulher
Polícia
Ex-secretário morre em acidente na MS-157
Polícia
Tio e sobrinho são mortos a golpes de facão
Educação
Extrato de pagamento do Bolsa Família terá alerta sobre trabalho infantil