Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Polícia

Polícia prende suspeita de realizar golpes usando a OLX na capital

A mulher, que não foi identificada, responderá pelos crimes de estelionato e associação criminosa

25 fevereiro 2020 - 15h15Priscilla Porangaba, com informações da assessoria

Uma mulher, de 35 anos, foi presa pela Primeira Delegacia de Polícia de Campo Grande, com o apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, em flagrante por organização criminosa  por aplicar golpes usando o site de vendas OLX.

Segundo informações da Polícia Civil, uma vítima procurou a delegacia no dia 18 de fevereiro falando que tinha entrado em contato com um anunciante do site OLX sobre a venda de uma motocicleta CG Titan, 150 cc, anunciada pelo valor de R$ 6.200,00.

O "vendedor", que se identificou pelo nome falso de Agnaldo, disse que a motocicleta estaria na posse de seu primo e que ele negociaria a transação, pois o suposto primo estaria lhe devendo dinheiro.

Ainda de acordo com a vítima, o suposto Agnaldo lhe pediu que, ao se encontrar com o proprietário da moto, dissesse que era seu ex funcionário. Em seguida, o homem entrou em contato com o vendedor da motocicleta dizendo que seu ex funcionário iria lhe procurar para ver a moto anunciada e pediu que o vendedor se identificasse como sendo seu primo.

Após visualizar a motocicleta, a vítima entrou em contato com Agnaldo e efetuou o pagamento, via transação bancária, para uma conta corrente da Caixa Econômica Federal indicada pelo estelionatário em nome de uma mulher.

Depois que o pagamento foi confirmado, a vítima não conseguiu mais contato com o suspeito, então procurou o proprietário da motocicleta, que alegou não ter autorizado ninguém a negociar em seu nome.

As investigações revelaram que os golpistas copiavam o anúncio de venda de uma pessoa idônea, oferecendo o mesmo produto por um valor mais barato, e quando era procurado por um possível comprador, entrava em contato com o verdadeiro vendedor para pedir que ele se identificasse como sendo seu primo.

Quando o interessado pela compra se encontrava com o real proprietário do produto, acabava acreditando na história contata pelo intermediário, e realizada a transação bancária diretamente para a conta corrente por ele indicada.  

A mulher que é proprietária da conta bancária foi presa pelos crimes de estelionato e associação criminosa e relatou à Polícia Civil que os golpes estariam sendo aplicados por seu ex marido, que está preso, e que ela apenas emprestava a conta bancária para o recebimento dos valores.

Com a golpista foi apreendida a quantia de R$ 3.050,00 que seriam da vítima. A Polícia Civil apurou que o dinheiro aferido com o golpe era usado para o tráfico de drogas, bem como para a manutenção de faccionados no interior do presídio.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Dupla não respeita toque de recolher foge pela contramão e é presa
Polícia
Após tentar assaltar jovem em ponto, ladrão é amarrado em poste na capital
Polícia
Após seis boletins contra ex-marido, mulher é morta com tiro na cabeça
Polícia
Homem é baleado na axila e caminha até avenida para pedir ajuda
Polícia
"Se eu for preso eu te mato", diz marido após espancar e esganar a esposa
Polícia
Vítima de feminicídio, jovem é esfaqueada até a morte pelo marido
Polícia
Família procura adolescente de 16 anos desaparecido
Polícia
Homem é preso visitando mulher que ele mesmo agrediu
Polícia
Homem tenta matar mulher e é preso ao visitá-la em hospital
Polícia
Ladrão tenta roubar apartamento com arma de brinquedo e é preso por policial

Mais Lidas

Política
Eleições - Levantamento aponta renovação de 50% na Câmara da capital
Polícia
Dupla não respeita toque de recolher foge pela contramão e é presa
Internacional
EUA são acusados de desviar equipamentos que iriam para Brasil, Alemanha e França
Brasil
Brasil tem 431 mortes e 10.278 casos confirmados de coronavírus