Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Polícia

"Se eu for preso eu te mato", diz marido após espancar e esganar a esposa

Os vizinhos ouviram os gritos e chamaram a polícia

03 abril 2020 - 14h36Sarah Chaves, com informações do Sidrolândia News

Uma mulher de 28 anos, foi agredida pelo marido na madrugada desta sexta-feira (3), após o autor chegar bêbado em casa, no bairro São Bento, em Sidrolândia.

Segundo testemunhas, o agressor de 24 anos, chegou em casa embriagado, e
sua esposa disse que dormiria na sala com os filhos, um bebê e uma criança de 9 anos, o que acabou irritando o autor.

O homem foi para cima da vítima começou a esgana-la, e momentos depois bateu com a cabeça dela contra parede. Depois que a mulher caiu no chão ainda foi ameaçada "se eu for preso eu te mato", disse o marido.

Os vizinhos ouviram os gritos e foram até a casa retirar bebê dos braços da mãe juntamente com a outra criança.

A Polícia Militar foi acionada e o autor foi preso em flagrante e uma medida protetiva foi realizada a favor da vítima.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Mãe e filha de 1 ano ficam feridas após incêndio destruir residência
Polícia
Foragido é esfaqueado no Aero Rancho e morre na santa Casa
Polícia
Familiares ficam apavorados com sumiço de jovem na fronteira
Polícia
GAECO prende 17 durante “Operação Fim da Rota”
Polícia
Polícia encontra quase 500 mil maços de cigarros em caminhão abandonado
Polícia
Casal de adolescentes é pego plantando maconha em casa
Polícia
GAECO cumpre mandados de prisão contra tráfico na fronteira
Polícia
Bandidos invadem Pague Menos e roubam celulares e dinheiro
Polícia
Em MS, homem com coronavírus fura isolamento para comprar lanche
Polícia
Com faca, homem ameaça clientes no estacionamento do Comper

Mais Lidas

Política
Prefeitos querem adiar eleições municipais para 2022
Geral
Ipê é oficialmente árvore símbolo do Estado
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Política
"Fui gado, comi capim", diz deputado ex-bolsonarista