Menu
Busca terça, 21 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Política

Antonio Russo apresenta PL que proíbe corte de verbas para sanidade animal e vegetal

25 setembro 2011 - 10h35Divulgação

O senador Antonio Russo (PR-MS) apresentou projeto de lei (PLS 591/2011) que impede o contingenciamento de verbas destinadas ao controle sanitário animal e vegetal. Ou seja, se a proposta for aprovada, o Executivo ficará obrigado a investir o total de recursos previstos no orçamento geral da união para o setor.

Antonio Russo demonstrou preocupação com o anúncio de foco de febre aftosa no Paraguai e defendeu a criação de uma força-tarefa entre Brasil, Argentina e Paraguai para combater o problema. Russo ainda ressaltou ser imprescindível a vigilância constante na fronteira a fim de impedir a passagem de gado clandestino.

Em 2005, o município sul-mato-grossense de Eldorado foi acometido pelo foco da doença. Apesar de todas as medidas necessárias terem sido tomadas, o senador lembrou que apenas este ano, após o eficiente trabalho da Seprotur, o estado conseguiu o certificado de área livre de aftosa. "Não podemos agora, diante desta ameaça e da falta de prioridade nos gastos com sanidade animal, perder esta conquista", disse.

Antonio Russo lembrou ainda que o Brasil detém o maior rebanho bovino do mundo com cerca de 210 milhões de cabeças, o que faz com que o controle sanitário seja essencial para nossas exportações para não sofrermos os efeitos do embargo internacional.

Na justificativa do projeto, o senador por Mato Grosso do Sul, também citou o caso da contaminação de hortaliças pela bactéria Escherichia coli (E. coli) na Europa, no primeiro semestre de 2011. Ele destacou os enormes prejuízos financeiros e de saúde provocados pela bactéria.

"Estes exemplos demonstram que a questão da sanidade merece grande atenção. Aqui no Brasil, não podemos aprovar dotação orçamentária e, posteriormente, deixar o Poder Executivo contingenciar tais recursos. Isso pode impossibilitar a implantação de ações de defesa animal e vegetal no País", afirmou.

O projeto vai passar pelas Comissões de Assuntos Sociais e de Assuntos Econômicos do Senado.

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Blal Dolloul, de MS, está entre os dez candidatos à PGR
Política
Coronel David pede reparo em câmeras de rodovia
Polícia
Ministério do Desenvolvimento libera R$ 581 mil para Coronel Sapucaia
Política
Projeto alternativo na Previdência é apenas "ruído", afirma Marinho
Política
Azambuja viaja à Brasília para debater FCO
Política
Nesta semana, aposentadoria de professores e policiais entra em discussão na Câmara
Política
PSD municipal terá Antônio Lacerda no comando
Política
Homem se joga na frente de caminhão e morre em rodovia
Política
Em reunião, parlamentares estudam o não fechamento de comarca
Política
Advertência de Barbosinha

Mais Lidas

Polícia
Travesti é encontrada morta na madrugada deste domingo
Cidade
Inscrições para sorteio de apartamentos na capital encerram terça-feira
Polícia
Troca de tiros termina com homem morto e PM ferido
Educação
Estão abertas as Inscrições para o Encceja