Menu
Menu
Busca quarta, 24 de abril de 2024
Política

Após ataque, policiamento é reforçado próximo ao diretório do PT em SP

01 julho 2016 - 13h13Agência Brasil

O policiamento nas proximidades do diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), no centro da capital paulista, foi reforçado após ter sido alvo de dois ataques ontem (30), informou o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho.

“Reforçamos o policiamento na área, ontem à noite. Vamos reforçar ainda mais o patrulhamento naquela região, visando evitar que outras ações dessas venham ocorrer”, declarou o secretário, que participou hoje (1°) do Fórum sobre combate ao contrabando promovido pelo jornal Estadão.

Na madrugada de ontem (30), as vidraças da entrada principal foram quebradas. Durante a tarde, o local foi atacado pela segunda vez, com o lançamento de um artefato explosivo contra o prédio.

Barbosa Filho disse que foi procurado, no começo da noite de ontem, por alguns deputados do PT, pedindo o reforço policial. “O pedido dos deputados foi prontamente atendido por nós. Mas eu fiz ver aos deputados que não é tarefa da secretaria da Segurança Pública executar proteção patrimonial, que deve ser executada pelo particular. A obrigação da secretaria, nós cumprimos”, disse.

Os dois ataques foram cometidos pela mesma pessoa. Segundo o secretário, o homem foi preso de imediato pela PM, após o primeiro ataque. Ele quebrou a vidraça da fachada com a ajuda de um pé de cabra. Como o crime de dano cometido por ele foi de ação penal privada e afiançável, o réu foi liberado na delegacia.

No mesmo dia, ele retornou ao diretório e atirou um coquetel molotov, que não explodiu. “Desta vez, foi preso autuando em flagrante, porque, aí sim, foi um crime de incêndio, uma ação penal pública. Ele está preso e vai ser apresentado em audiência de custódia”, disse Barbosa Filho.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sessão ordinária desta quarta-feira (24)
Política
Deputados aprovam e projeto sobre diagnóstico precoce do autismo vai à sanção
Waldecy Batista Nunes, o "Chocolate" -
Cidade
Ex-vereador "Chocolate" assume cargo na Câmara Municipal de Campo Grande
Foto: Luciana Nassar/Alems
Política
Assembleia vota nesta quarta-feira projeto de reajuste aos servidores da Casa
Foto: Câmara Municipal
Política
Claudinho Serra desmente renúncia
Sessão da Câmara
Política
Vereadores aprovam projeto que permite entrada de água em shows na Capital
Sessão ordinária desta terça-feira (23)
Política
Deputados aprovam projeto que prevê exame gratuito precoce de pacientes com autismo
Prefeita de Sidrolândia Vanda Camilo -
Política
Vereadores de Sidrolândia aprovam CPI contra prefeita após escândalo de corrupção
Fernando Haddad
Política
Governo adiará um dos projetos da regulamentação da reforma tributária
Presidente do TRE-MS, Desembargador Paschoal Carmello Leandro -
Justiça
JD1TV: TRE faz campanha sobre regularização de títulos de eleitor
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows
Política
Câmara analisa projeto que permite entrada com água para consumo em shows

Mais Lidas

AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Polícia
AGORA: Capitão do Batalhão de Choque morre na Capital
Capitão Leonardo Mense partiu durante a noite de sábado (21)
Polícia
'Imenso legado': Capitão Mense é homenageado por autoridades e instituições de MS
 Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS) -
Justiça
MPMS investiga fraude em concurso da prefeitura de Sonora e recomenda suspensão
"Eu não tenho dúvida que o Beto Pereira terá capacidade, se eleito for, de fazer as grandes transformações e reformas que Campo Grande precisa", enfatiza ex-governador.
Política
JD1TV: Reinaldo diz que problemas locais "pesarão mais" que Bolsonaro